PROPRIEDADES de Carlos Wanzeler da TelexFREE são tomadas pelo governo

Os prejuízos da TelexFREE são estimados em US$ 5 bilhões no mundo todo

0
3259
STF determinou que Carlos Wanzeler perdeu cidadania brasileira
Apesar das más notícias, Carlos Wanzeler leva uma boa vida no Brasil

Mesmo tendo fugido para o Brasil para não ser condenado por fraude e estelionato nos Estados Unidos, as más notícias não param de chegar para Carlos Wanzeler, um dos donos da TelexFREE que quebrou e deixou uma dívida de cerca de US$ 5 bilhões em prejuízos para cerca de 1,8 milhão de clientes da pirâmide, nos Estados Unidos, no Brasil e em outros lugares no mundo.

Em 2014, a Justiça embargou 34 propriedades da Acceris Realty State LLC, e de outras empresas. A Acceris esta registrada na divisão de corporações do Estado de Massachusetts em nome de Katia Wanzeler, ex-mulher de Carlos Wanzeler. Os imóveis e bens foram encampadas pelo governo e serão vendidas. As propriedades estão sendo avaliadas para que os valores atuais sejam determinados a preços de mercado.

A TelexFREE é considerado um dos mais rumorosos casos de fraude e engano contra milhares de pessoas, e que deixou de funcionar por ordem da Justiça no dia 14 de abril de 2014 na United States Bankruptcy, Distrito de Nevada. 

Entre os bens expoliados de Wanzeler que foram listados e estimados pela U.S. Securities and Exchange Commission (SEC) em US$ 6,3 milhões estão os seguintes imóveis de um total de 34 propriedades:

• Uma casa de 4.126 pés quadrados na 373 Howard Street, Northborough, Massachusetts, adquirida em maio de 2013 por US$ 950 mil;
• Uma casa de 1 mil pés quadrados na 30D Mount Ave, Worcester, Massachusetts, adquirida em dezembro de 2012 por US$ 118 mil;
• Um duplex na 462-464 Coburn Ave, Worcester, Massachusetts adquirido em março de 2013 por US$ 241.320;
• Um sobrado de 1.100 pés quadrados na 41A Mount Ave, Worcester, Massachusetts, adquirido em 2002 por US$ 150 mil;
• Uma casa para duas famílias de 2,663 pés quadrados na 63 Prospect Street, Worcester, Massachusetts;
• Um imóvel em um condomínio de 962 pés quadrados na 655 Plantation Street, Unidade 17B, em Worcester, Massachusetts, adquirido em 2004 por US$ 112 mil; 
• Uma casa de 1.200 pés quadrados na 149 Barnard Road, Worcester, Massachusetts, comprada em 2012 por US$ 110 mil;
• Uma casa de 3.700 pés quadrados e duas famílias na 59 Pleasant Street, Clinton, Massachusetts, adquirida em 2012 por US$ 130 mil.

As propriedades distribuídas entre Massachusetts e a Flórida, estavam registradas em nome de JC Real State Management Company LLC, registrada em Nevada e que tinha como controladores Carlos Wanzeler e seu ex-sócio James Merrill; Abobe & Beyond LLC, registrada no Novo México que tinha Carlos Wanzeler e Joe Craft como controladores; a CNW Realty State, LLC; a KC Realty State LLC, registrada na Flórida, que tinha Katia Wanzeler como gerente e a Makeover Investments LLC, também na Flórida e que tinha como gerente Marilza Wanzeler, mãe de Carlos Wanzeler. Joe Cratf foi controlador da TelexFREE.

Entre outros bens tomados de Wanzeler pela Justiça estão um iate, duas Ferraris, um Porsche, três BMW’s e um Toyota Higlander, estimados em mais de US$ 1 milhão.

Para evitar ser julgado, condenado e possivelmente preso por seus crimes, Carlos Wanzeler fugiu para o Brasil via Canadá em maio de 2014 e se estabeleceu no Espírito Santo, onde é costumeiramente visto nas praias capixabas, sempre sorridente e cercado de seguranças, levando uma vida aparentemente tranquila, apesar dos bilhões de dólares em prejuízos que provocou em centenas de milhares de pessoas. 

Em 6 de janeiro de 2017, as autoridades federais prenderam o brasileiro Cleber Renê Rizério Rocha e descobriram em um apartamento em Westborough, Massachusetts, cerca de US$ 17 milhões em dinheiro vivo, escondidos debaixo de um colchão. Ainda de acordo com as autoridades, o dinheiro era de Carlos Wanzeler, e que Cleber Rizério teria a incumbência de levar para o Brasil. O dinheiro foi confiscado e em fevereiro de 2018, Rizério foi condenado a uma pena de dois anos e nove meses de prisão por lavagem de dinheiro. Estima-se que os US$ 17 milhões sejam parte de um montante de US$ 40 milhões que são de Wanzeler, de acordo com as autoridades.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here