Por causa de luz de freio queimada, brasileiro pode ser deportado

0
686

De acordo com informações publicadas no The Washington Post e veiculadas pelo Brazilian Voice, as detenções de imigrantes indocumentados por infrações de trânsito aumentaram consideravelmente nos últimos três meses, e cerca de 350 imigrantes foram detidos pelo ICE depois de terem sido parados no trânsito por infrações diversas.

No Estado de Massachusetts e em New Hampshire, pelo menos dois casos aconteceram com brasileiros que após irem às cortes de Malden e Nashua foram abordados por agentes do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) à saída e foram levados para centros de detenções e colocados em processos de deportação. Pelo menos um dos detidos não tinha qualquer anotação criminal no seu prontuário, mas o certo é que foram abordados e identificados pelos respectivos nomes, o que faz crer que tenham sido alvos de ações pontuais e específicas.

Fernando Alencar 2
Fernando Alencar chegou aos Estados Unidos com quatro anos de idade e deixou de aplicar para o DACA porque não tinha o I-94. Fotos: redes sociais

O caso de Fernando Victor de Alencar, 21 anos, é um reflexo do que está acontecendo. “O Fernando foi a New Hampshire receber seus salários e foi parado pela polícia porque estava com uma das luzes de freio do carro queimada. Foi preso, pagou US$ 30 e uma corte foi marcada. Na audiência na corte de Nashua, uma agente do ICE sentou-se entre o Fernando e a mãe dele e na saída abordou-o e o levou preso. É uma pena, pois ele é um bom menino, responsável e muito tranquilo. Ele não aplicou para o DACA porque não tem mais o I-94 que foi extraviado”, declarou um amigo da família de Fernando com exclusividade ao blog.

Fernando Victor Alencar que mora em Marlborough e é pai de duas crianças com seis e dois anos teria uma audiência na quarta-feira, 3, que foi adiada para o dia 10 porque o seu processo não chegou a tempo ao juiz na corte de imigração em Boston.

O trânsito e as leis que o regem nos Estados Unidos são diferentes do Brasil. Portanto, torna-se importante observar alguns procedimentos e atitudes para evitar ser parado e multado, além de dirigir com segurança para evitar acidentes e colocar em risco a própria vida e de outras pessoas.

Mesmo com estes casos dos brasileiros e os apontados pelo The Washington Post, não se pode dizer que haja uma caçada a indocumentados que vão a audiências nas cortes distritais.

“Tenho acompanhado diversos clientes em audiências nas cortes distritais de diversas cidades em Massachusetts, alguns com casos mais graves do que dirigir sem carteira de motorista e não houve nenhuma detenção por parte do ICE”, afirmou José Tadeu Lopes, Legal Assistant do Theerman Law, P.C, em Hudson, MA.

As coisas tendem a apertar ainda mais e todo o cuidado é pouco diante das circunstâncias. Obedeça as placas de sinalização. Stop, limite de velocidade, vaga de deficientes, estacionamento, entre outras devem necessariamente ser observadas. Atente também para o farol amarelo. Em vez de acelerar, pare para não correr riscos ou ser interceptado pela polícia.

Conselhos úteis
– Respeite os limites de velocidade
– Respeite a sinalização
– Não pare em local proibido. Nem por “um minuto”
– Se beber não dirija. As leis aqui são severas com quem é pego dirigindo bêbado
– Não ande com os stickers de placa e de vistoria vencidos
– Nunca dirija um carro sem seguro
– Vistorie semanalmente as luzes externas do seu carro
– Se você não tem documentos, não coloque nada no seu carro que te possa identificar como um imigrante
– Use o cinto de segurança. Em Massachusetts é lei
– Não manuseie o seu telefone enquanto estiver parado no trânsito. Você pode ser multado por isto
– Não envie e nem leia mensagens de texto enquanto dirige. É proibido por lei em Massachusetts
– Não dirija com documentos falsos. Andar com documento falso é crime e pode complicar sua vida. É preferível andar sem documentos do que com documento falso
– O Consulado-Geral do Brasil em Boston emite a matricula consular
– – Where are you from?I am from Framingham, from Somerville, from Everett…Você não precisa dizer que é do Brasil
– Você não é obrigado a falar. Tenha o nome e telefone de um advogado de imigração para ligar caso o policial pressione ou queira levá-lo para a delegacia de polícia
– Não fique nervoso. Mantenha a calma sempre, pois estes cuidados não eliminam totalmente o risco mas o nervosismo excessivo só pode piorar as coisas para você
– Seja educado com o policial. Ele está fazendo o trabalho dele
– Jamais ofenda, agrida ou xingue um oficial de polícia, mesmo que seja provocado
– Se sentir-se ameaçado ou for agredido fisicamente ou com palavras por um oficial de polícia faça uma queixa por escrito ao departamento responsável
– Se o policial te mandar esperar, não o desobedeça e nem tente argumentar, pois ele pode sentir que a autoridade dele está em jogo
– Você tem direitos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here