PEDÓFILO de Quincy: Justiça nega redução de fiança

Uma nova audiência está marcada para o dia 9 de novembro

1
2375
Adalberto H. de Freitas é acusado de pedofilia

Em uma audiência que aconteceu na quinta-feira, 13, na Corte Superior de Dedham, Massachusetts, a Justiça negou reduzir a fiança de Adalberto Henriques de Freitas, que está estipulada em US$ 100 mil para US$ 10 mil.

Adalberto está preso desde fevereiro de 2018, depois que foi acusado de abuso sexual e pedofilia contra crianças que ficavam aos cuidados de sua mulher, Cileida de Freitas, também processada pela Justiça por negligência. Cileida responde ao processo em liberdade.

Durante a audiência de quinta-feira, o advogado de Adalberto pediu ao juiz que reduzisse a fiança do seu cliente, alegando que ele não é fugitivo da justiça brasileira, já que quando veio para os Estados Unidos ainda não era processado por abusos sexuais em Minas Gerais. O juiz não aceitou os argumentos do advogado e manteve a fiança original. Adalberto terá uma nova audiência no dia 9 de novembro.

Para entender o caso e as acusações contra Adalberto Henrique de Freitas e Cileida de Freitas clique aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here