PEDÓFILO de Quincy é foragido da Justiça de MG

Famílias da vítimas estão sendo ameaçados por um parente de Adalberto de os denunciar para a Imigração caso levem as denúncias de abusos adiante

8
34406

Adalberto Henriques de Freitas, o Bebeto, 67 anos, que está preso em Quincy, Massachusetts, acusado de pedofilia e abuso sexual contra meninas que eram cuidadas por sua mulher em um day care que funcionava sem autorização, é fugitivo da Justiça brasileira.

No Brasil, Adalberto é processado nos artigos 214 e 244 D.L. 2848 – atos libidinosos e atentado violento ao pudor contra menores de 14 anos. No caso de Adalberto o os processos referem-se somente aos atos praticados contra duas vítimas, embora haja outras vítimas, todas meninas, cujos pais optaram por não prestar queixa contra ele. O processo contra Adalberto que tramita na Comarca de Contagem, Minas Gerais, está suspenso desde 2013 com base no artigo 366 do Código de Processo Penal – “Se o acusado, citado por edital, não comparecer, nem constituir advogado, ficarão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional, podendo o juiz determinar a produção antecipada das provas consideradas urgentes e, se for o caso, decretar prisão preventiva, nos termos do disposto no art. 312”, ou seja, ele é foragido da Justiça brasileira.

O blog MundoYes.com, ouviu com exclusividade pessoas diretamente envolvidas no caso e os relatos são chocantes sob qualquer aspecto. Alguns dos detalhes dos abusos praticados contra as meninas são tão sórdidos que a reportagem decidiu omiti-los para não causar mais espanto e repulsa.

Adalberto trabalhava em dois locais diferentes; em uma padaria em Braintree e em um restaurante em Hingham na região do South Shore. A rotina dele era chegar em casa por volta das 2.30 da tarde e sua mulher ia descansar ou fazer compras e era nestas horas que se davam os abusos, sempre contra as meninas. Ele tocava na genitália das meninas e o obrigava as crianças a tirar as roupas, a tocar no seu genital e se sentarem no colo dele. Todas as ações dele nestes momentos eram de conotação sexual.

“É difícil aceitar este tipo de atitude e de atos. Estou profundamente indignada e engasgada com esta situação. Como pode um monstro destes abusar de crianças lindas e puras. Desde que descobriram tudo, eu não consigo deixar de chorar o tempo todo. Minha filha ficou lá um curto período, pois eu não gostei do ambiente e a tirei de lá, e ele não praticou nada contra ela. Não me sinto aliviada não. Sinto um vazio enorme pelas outras crianças que foram abusadas e por seus pais. O que será do futuro destas crianças?”, disse uma pessoa, cuja amiga teve uma filha abusada por Adalberto.

Para agravar ainda mais o drama das famílias das crianças abusadas, algumas delas foram ameaçadas de serem denunciadas para a Imigração, visto que alguns são indocumentados, por um parente muito próximo de Adalberto Henriques de Freitas, caso levassem as denúncias adiante. O parente de Adalberto é cidadão americano.

Uma das meninas, que tem por volta de 12 anos, foi abusada por quatro anos e Adalberto as ameaçava de que contassem qualquer coisa para alguém, ele faria mal para elas e seus parentes.

Adalberto teve a sua fiança estipulada em US$ 50 mil e terá uma nova audiência no dia 28 de fevereiro. Vítimas e familiares estão sendo assistidos por autoridades, psicólogos e terapeutas.

8 COMENTÁRIOS

  1. Se fosse eu denunciaria , ( conheço pessoa que aconteceu com um filho Dela , eles eram ilegais , eles conseguiram
    Se legalizar através disso!!! E se fosse eu entregaria esse parente que está ameaçando , mostraria as ameaças p policia ! O parente deve ser igual , pra tá defendendo !!!

  2. Alguém deveria aconselhar as famílias das vítimas. Por que elas têm direito a proteção e uma possível legalização .
    Esse porco deve cumprir pena aqui e depois ser derportado pra cumprir. O Brasil . E esse familiar que está coagindo as vítimas deve ser aprisionado também é ter seus documentos anulados aqui .
    Que nojo 🤢

  3. Esse tal de Henrique tentando amedrontar os familiares, e só denúncia ele também, só porque é cidadão coitado. Aqui não é Brasil não meu querido. Familiares sejam fortes vão até o fim, faça justiça pelos seus filhos, porque se fosse meus eu ia até o fundo do poço, e colocava todos na cadeia, isso é uma grande tristeza pra essas crianças 😭

  4. Muito triste saber que um conterrâneo meu veio pra cá pra cagar esse país! E um louco doente, não tenho palavras pra expressar a minha indignação! Misericórdia pelas crianças! Que Jesus de força para os familiares, e se informarem melhor com um advogado sobre a possibilidade de conseguir se legalizar, afinal depois de toda essa violência ainda estão sendo ameaçado???😡😢😡😢😡

  5. “” volta das 2.30 da tarde e sua mulher ia descansar ou fazer compras “”

    Nao consigo entender isso … e se ele ja fez isso antes e é foragido no Brasil ela estava a parte do que ele estava fazendo e aceitando esse nojo que ele cometia..ela também tem que ser presa e julgada.

  6. Verdade Ninha, na verdade essa mulher tinha que estar longe dele, sabendo quem ele era! Meu coração dói de tristeza destas crianças! Somente Deus para cuidar desses crianças!!

  7. Tem mais eh que ficar preso mesmo, e se a justica daqui deportar-lo, que entregue ele mas maos dos policiais de la… eh uma uma pena que no brasil nao existe lei….porque um fdp desse vai pra lah e ainda tem liberdade.

  8. Eu acho q tem que pagar aki…a cadeia americana vai fazer ele pagar por cada crime contra criança..deixa ele aki nao deporta nao pq.no Brasil ele vai acabar na rua abusando das criancas novamente a mulher dele eh comparça tem q ser denunciada e ir junto e o parente entao..lixo……familia de lixo..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here