PALMEIRAS vence o Grêmio e conquista a Copa do Brasil

1
307
Gabriel Menino, autor do segundo gol do Palmeiras contra o Grêmio

Sobe
Abel Ferreira
Chegou como quem não quer nada e de cara ganhou a Copa Libertadores e a Copa do Brasil. Nada mau para quem pegou a temporada pela metade…

Desce
CBF
Deveria parar o futebol por causa da pandemia, mas se recusa a fazê-lo por motivos puramente financeiros…

“Que de fato é campeão…”
O Palmeiras ganhou do Grêmio por 2×0 no segundo jogo da decisão da Copa do Brasil, na domingo, 7. O Palmeiras havia vencido o primeiro jogo por 1×0 em Porto Alegre e não deu chance para o time dirigido por Renato Gaúcho. Com a conquista, o Palmeiras alcançou na temporada a tríplice coroa – Campeonato Paulista, Copa Libertadores e Copa do Brasil, para desgosto dos que torcem contra…

Ninguém por perto
Com a conquista da Copa do Brasil, o Palmeiras passa a ser o maior vencedor de competições nacionais com 15 conquistas. Dez vezes campeão brasileiro – 1960, 1967 (incluíndo a Taça Brasil); 1976 (incluíndo o Torneio Roberto Gomes Pedrosa), 1972, 1973, 1994, 1995, 2016 e 2018. Copa do Brasil – 1998, 2012, 2015 e 2021, além da Copa dos Campeões em 2000.  

Palmeiras conquistou pela quarta vez a Copa do Brasil

Campanha vitoriosa
O Palmeiras entrou na Copa do Brasil nas oitavas de final e se impôs diante dos seus adversários. Confira a campanha do Palmeiras.
Oitavas de final
RB Bragantino 1 x 3 Palmeiras
Palmeiras 1 x 0 RB Bragantino 
Quartas de final
Palmeiras 3 x 0 Ceará
Ceará 1 x 1 Palmeiras
Semifinal
Palmeiras 1 x 1 América-MG
América-MG 0 x 2 Palmeiras
Final
Grêmio 0 x 1 Palmeiras
Palmeiras 2 x 0 Grêmio

Ficha técnica
Palmeiras 2 x 0 Grêmio
Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Gómez, Alan Empereur e Viña; Felipe Melo, Zé Rafael (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Mayke); Rony, Wesley (Gabriel Menino) e Luiz Adriano (Willian). Técnico: Abel Ferreira.
Grêmio: Paulo Victor; Vanderson (Victor Ferraz), Paulo Miranda, Kannemann (Churín) e Diogo Barbosa; Maicon e Matheus Henrique; Thaciano (Jean Pyerre), Alisson (Guilherme Azevedo) e Pepê (Ferreira); Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho.
Gols: Wesley, aos 7, e Gabriel Menino aos 39 minutos do segundo tempo
Árbitro: Bruno Arleu Araújo (RJ)
Cartões amarelos: Zé Rafael, Paulo Miranda, Kannemann, Mayke, Esteves, Marcos Rocha
Local: Allianz Parque, em São Paulo.

Ano lucrativo
Além de vitorioso, o Palmeiras teve um ano de grande arrecadação, acumulando R$ 216 milhões entre Campeonato Paulista, Copa Libertadores, Mundial de Clubes e a Copa do Brasil, além de ter valorizado o seu plantel com muitos jovens da base que agora passarão a valer muito mais no mercado da bola.

A grandeza do reconhecimento 
Gerald D, sempre antenado na arte de escrever bem sobre tudo o que é bom, gremista histórico e um grande observador do futebol, enviou a pedido deste colunista o texto abaixo.
Nenhuma contestação ao título do Palmeiras. Ganhou o melhor time. Ganhou o time que joga mais bola. Tem esquema tático. Tem elenco, tem uma melhor condição física e tem jogadores de boa qualidade técnica. Nesse time do Abel não tem craque. O jogador incontestável. É um time determinado que joga sem bola e sabe o que faz com a bola. Quando recompõe é rápido e perigoso. O tal passe curto em sua intermediária e o passe longo no campo adversário. O Palmeiras joga o melhor futebol hoje. Enquanto o Flamengo depende de quatro jogadores diferenciados, o Verdão tem mais qualidades individuais. Tem banco, tem recomposição em todas os setores. Quanto ao meu Grêmio, acabou uma era. Fechou um ciclo. Um novo processo é necessário. Começar uma nova fase. Precisa mudar a fotografia e nada de terra arrasada. No esporte coletivo funciona assim. A direção garante que haverá mudanças na comissão técnica, no elenco e na direção de futebol. Um novo recomeço. Um novo processo. Uma outra fase. Quarta começa a Libertadores e o Imortal estará em campo de novo. Começando uma nova etapa em sua longa e vitoriosa história. Um novo ciclo que se reinicia. Quanto ao campeão ficou em boas mãos. Ganhou quem foi melhor. Salve o Palmeiras. Salve o campeão da Copa do Brasil“.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here