PADRE Scaravelli despede-se da comunidade e lança livro autobiográfico

A despedida do padre Volmar Scaravelli será no sábado, 24 de julho, ocasião em que lançará o livro ‘A vida de um Padre. Seus sonhos. Seus demônios’

0
410
Padre Volmar Scaravelli

Depois de dez anos, trabalhando como pároco da Comunidade Católica São Tarcísio em Framingham, o padre Volmar Scaravelli despede-se, já que vai assumir a direção da comunidade católica na região de Miami, Flórida.

A despedida do padre Scaravelli será no sábado, 24 de julho, ocasião em que lançará o livro ‘A vida de um Padre. Seus sonhos. Seus demônios’.

Após um período trabalhando na Comunidade de Santo Antonio, em Everett, Massachusetts, o padre Scaravelli transferiu-se para trabalhar na Diocese de Miami, como diretor da Missão Brasileira e em 2011, foi perguntado pelo seu superior de aceitava ser o pároco da Comunidade São Tarcísio. Designado, chegou em Framingham em 2011, e tratou de colocar a casa em ordem.

“Encontrei em Framingham, o que estava esperando há 35 anos. Lugar, espaço, uma escola à disposição, uma comunidade bem liderada e boas condições financeiras. Tudo o que possibilita fazer um bom trabalho comunitário. O que faltava era um líder que animasse e unisse a comunidade. Busquei fazer com que o povo sentisse orgulho de ser brasileiros integrados na sociedade americana, do pertencimento, daquilo que somos e sobretudo, aquilo que podemos fazer. Então tive as oportunidades e possibilidade que não havia encontrado na minha vida sacerdotal para realizar este pequeno trabalho que fizemos juntos. Devo lembrar os italianos e americanos que construíram e nos deixaram toda esta estrutura que compõe a Comunidade São Tarcísio”, afirma o padre Scaravelli, que no mês de setembro assume a liderança dos católicos na Flórida.

Entre as realizações do padre Scaravelli em Framingham, há algumas iniciativas de destaque como a fundação do Brazilian American Center (BRACE) e a Web Rádio Scalabrini. Atualmente o BRACE atende milhares de pessoas todos os anos com necessidades variadas, e que foi de extrema importância pelo acolhimento na pandemia do novo coronavírus. Sem contar a Festa Junina que antes da covid-19, reunia milhares de pessoas a cada edição. Sob a liderança do padre Scaraveli, a comunidade São Tarcisio, passou pela pandemia sem contrair empréstimos.

Integrante da Congregação Scalabriniana, cujo ênfase é assistir imigrantes mundo afora, o padre Scaravelli é enfático na sua mensagem para os católicos em New England. “Cada paróquia, na medida do possível, deveria ser um centro de referência para as pessoas que estão chegando. Os que chegaram há algum tempo tornaram-se pessoas estáveis, e há muitos empresários bem sucedidos ou têm bons empregos e não deveriam esquecer das suas raízes e lembrar-se das dificuldades pelas quais passaram e entender os que estão chegando atualmente e mais ainda nos próximos meses. Nunca digam para estas pessoas que aqui não há mais espaço e que não deveriam ter saído do Brasil. Sejam solidários e acolham estas pessoas com iniciativas humanitárias deixando de lado qualquer ato discriminatório ou de hostilidade. Temos que construir uma comunidade forte, solidária e fraterna, onde todos tenham um lugar”, finaliza.

O padre Volmar Scaravelli será substituído pelo padre scalabriniano Marcio Toniazzo.

Capa do livro que será lançado no sábado, 24 de julho

Livro ‘A vida de um padre. Seus sonhos. Seus demônios’
Desde que saiu de casa aos 11 anos de idade para ingressar no Seminário São Rafael de Casca, Rio Grande do Sul, onde foi para iniciar os estudos para ser padre, Volmar que era o décimo filho – do total de 12 filhos do casal Maria Scarton e Vicenzo Scaravelli, acumulou experiências e histórias que conta no seu livro.v

Ainda na época de seminarista em São Paulo, fundou comunidades católicas na Zona Leste da capital paulista, foi para a Argentina onde trabalhou com refugiados, imigrantes – especialmente os bolivianos, e exerceu importantes cargos em entidades de assistência social e humanitária. Em Buenos Aires trabalhou diretamente com o cardeal Mario Jorge Bergoglio, que viria a ser anos mais tarde o Papa Francisco.

Da Argentina veio diretamente para os Estados Unidos, para continuar o seu trabalho com imigrantes brasileiros e exerceu o sacerdócio na Flórida e em Massachusetts. Toda essa trajetória é contada no livro de modo envolvente e cativante. “Como eu falo na introdução do livro, eu não tenho filhos, netos e bisnetos para contar histórias, e como sou um contador de histórias decidi contar um pedacinho da minha caminhada e quando comecei a escrever, veio à minha memória todas as histórias que estão no livro, já que pensei que havia esquecido tantos eventos. Por isso, fui levado a escrever e a mostrar o que sou na minha essência. É aquilo que penso, o que vivi e o que reafirmo que sou. Uma mistura de coisas boas e outras nem tanto. Quero deixar escrito, e termino o livro com uma homenagem ao Papa Francisco, com meu pensamento teológico, eclesial, político, cosmovisão e cito a frase de Lygia Fagundes Telles que diz: ‘leia-me e não me deixe morrer…’”, diz o padre Scaravelli sobre o livro.

A vida de um padre. Seus sonhos. Seus demônios’
Lançamento e noite de autógrafos: Sábado, 24 de julho – 8 PM
Parish Hall da Paróquia São Tarcísio
562 Waverly Street, Framingham – MA
Será oferecido jantar gratuitamente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here