O que fazer em caso de acidente de carro?

0
244

Já foi vítima de erro médico, sofreu um acidente de carro, no trabalho ou um tombo que deixou sequelas físicas e emocionais? Quem já passou por isto sabe como é difícil, custoso e nem sempre se tem a orientação necessária e correta para fazer valer os seus direitos. O advogado Ludovino Gardini titular do Perez Gardini LLC Advogados que tem escritórios em Massachusetts e na Flórida tem obtido êxito em centenas de processos que envolvem o direito do trabalhador imigrante.

“As reclamações e processos independem de status imigratório, pois muita gente deixa de buscar o que é seu por direito em caso de acidentes por causa disto. Também, é preciso esclarecer que não há custo para quem reclama e processa. Se você sofreu um acidente, levou um tombo, foi vítima de erro médico, venha falar conosco”, afirma o advogado Gardini.

Em 2015, o escritório Perez Gardini LLC Advogados recebeu para os seus clientes, cerca de US$ 2,3 milhões, e nos três primeiros meses de 2016 cerca de US$ 800 mil. Em casos de acidentes não é cobrado consulta e o pagamento de honorários só é efetuado se a causa for ganha pelo advogado que respondeu a algumas perguntas que estão a seguir.

Em caso de acidente de carro, o que deve-se fazer?
Mantenha a calma e não admita culpa, qualquer declaração dada pode ser usada como evidência; faça um boletim de ocorrência e notifique o seguro do seu carro.
Em caso de erro médico, como comprovar?
Geralmente para se iniciar uma ação de erro médico é necessário primeiro passar por um “tribunal”que é constituído por um médico, um advogado e um juiz. Para ser provado é extremamente complicado e exige o testemunho de especialistas e eventualmente a decisão de um júri.
Como é possível saber se alguém tem uma causa em caso de uma queda?
Em casos de queda, é importante notar que sem negligência não existe um caso, ou seja, para que o caso seja válido, há a necessidade de negligência por parte de alguém. Um chão molhado no mercado, sem nenhum isolamento ou advertência, uma escada quebrada, uma condição perigosa, etc.

Os casos de indenizações são inúmeros, inclusive de não pagamento de salários e verbas trabalhistas
Indenização de US$ 100,000
Uma cliente estava como passageira do carro com a filha quando alguém bateu na traseira do carro, devido ao impacto não ter sido violento, a cliente não procurou atendimento médico de imediato. Duas semanas depois, por causa de dores nas costas e no joelho (ela bateu o joelho no painel do carro), ela resolveu buscar atendimento médico. Na emergência foi diagnosticada com lesões musculares e instruída a fazer fisioterapia. Onze meses depois do acidente, um dia depois que terminou o tratamento, ela contraiu uma bactéria que corroeu a derme do joelho, o mesmo joelho que havia machucado. Conseguimos uma indenização de US$ 100,000 que era o valor máximo disponível na apólice do seguro.

Indenização de US$ 30,000 para uma criança de três anos que estava sentada no car seat quando o acidente aconteceu. O impacto da batida jogou a garota no chão causando um arranhão no rosto dela.
Indenização de US$ 70,000
Exaurimos todas as possibilidades disponíveis. Nesse caso, o carro que causou a batida era de aluguel, conseguimos US$ 20,000 mil que era o limite máximo da seguradora do carro de aluguel e fomos atrás do seguro pessoal da pessoa que causou o acidente, mais US$ 50,000 que era o limite máximo da apólice.
Indenização de US$ 40,000
Temos outros casos como o de um rapaz que estava trabalhando quando o acidente aconteceu, o cliente sofreu lesões musculares, o tratamento com o chiropractor durou 12 semanas, conseguimos uma indenização do seguro do trabalho e do seguro do carro no valor de US$ 40,000.
Casos trabalhistas
Nesta semana recebemos uma sentença no valor de US$ 66,163.81 em um caso trabalhista. O valor devido em horas extras não pagas era de US$ 19,000. Enviamos uma demanda e o empregador respondeu dizendo que não sabia quem era o nosso cliente, durante o julgamento ele disse para a juíza que nunca tinha visto nosso cliente.
Para saber sobre mais mais casos de indenizações recebidas acesse a página do Perez Gardini LLC Advogados no Facebook.

Prestação de serviço
Perez Gardini LLC Advogados
24 Dane Street
Somerville, MA – 02145
855.337-8440
www.gardinilaw.com

Publicado originalmente no Jornal dos Sports USA. Imagem meramente ilustrativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here