O custo astronômico das deportações de Trump

0
69

O presidente Donald Trump quer fazer pensar que leva a sério a sua promessa de campanha de deportar tantas quantos imigrantes for possível. Estimou este número em dois milhões, podendo na pior da hipóteses chegar a três milhões e a pergunta que sempre se faz é se isto será possível. Será mesmo?

A CNN Money publicou recentemente uma reportagem onde esmiuça esta possibilidade e o custo dela. Claro e óbvio que as cifras apontadas podem – e devem ser questionadas, mas de fato elas são astronômicas e do ponto de vista econômico inviáveis mas mesmo assim resta saber se Trump está de fato disposto a pagar o preço, ou no caso o custo.

A reportagem informa dados preciosos. No ano fiscal de 2016, o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) gastou US$ 3,2 bilhões para identificar, deter e remover imigrantes indocumentados. Neste mesmo período o ICE lidou com aproximadamente 240 mil dos 450 mil casos de deportações. O restante ficou a cargo do Customs and Border Patrol (CBP), que também prende e deporta imigrantes indocumentados, quando os detém nas fronteiras com o México e o Canadá.

Cada deportação teve um custo médio de US$ 10.854 no mesmo ano fiscal, que inclui todos os custos da remoção como a detenção, alimentação e a remoção para o país de origem.

Do total de detenções feitas pelo ICE – cerca de 175 mil foram nas fronteiras ou em um porto de entrada nos Estados Unidos. O restante foi em decorrência de investigações que dependiam dos departamentos de polícias locais ou estaduais e o ICE gastou cerca de US$ 130 milhões para identificar e deter o que denominam como fugitivos da Imigração e em muitos casos contaram com a colaboração destes mesmos departamentos locais de polícias que acionaram o órgão. Estavam incluídos neste item, os que cometeram infrações de trânsito e quando foram detidos, constatou-se que eram procurados.

De acordo com o Department of Homeland Security (DHS) o ICE opera 112 dos seus centros próprios de detenções nos Estados Unidos e coordena com cerca de 500 outros centros estaduais e locais, além de prisões privadas.

Em 2014, o custo médio em um centro de detenção federal era de US$ 5.633 para uma estádia também de 31 dias. No mesmo ano fiscal de 2016, o ICE gastou extras US$ 345 milhões para acomodar o aumento de famílias com crianças que cruzaram a fronteira sul ilegalmente, segundo dados do DHS.

Ou seja, os custos do que pretende Donald Trump são estratosféricos e custosos levando-se em conta o número médio de 2,5 milhões é de cerca de US$ 2,8 trilhões, sem contar eventuais aumentos de custos operacionais.  Aliás, Trump precisa como dizem alguns americanos, dar carne fresca aos seus eleitores e seguidores e é claro que tanto o presidente quantos os Estados Unidos queiram mesmo deportar e é justo que assim seja os indesejados, os criminosos, os que tem carta de deportação e tudo mais que for considerado um perigo para sociedade, mas valerá a pena gastar tanto dinheiro?

Fotos: ICE.gov.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here