MAIS uma vez Flamengo, sempre Flamengo…

0
454
Mesmo perdendo do São Paulo, o Flamengo conquistou o título de campeão brasileiro de 2020

Sobe
Pontos corridos
Preferido por dez entre dez ligas de futebol profissional no mundo, a disputa por pontos corridos é a mais democrática de todas para apontar o campeão da temporada…

Desce
VAR
E não é que a arbitragem continua se escondendo atrás da traquitana eletrônica para justificar seus erros e equívocos…

Resumo da rodada
Um final de campeonato de arrepiar que consagrou o Flamengo como o campeão brasileiro, ou melhor, bi-campeão… 

Brasileirão Série A
38ª rodada
Quinta-feira, 25 de fevereiro
Fluminense 2 x 0 Fortaleza
Vasco 3 x 2 Goiás
São Paulo 2 x 1 Flamengo
RB Bragantino 1 x 0 Grêmio
Atlético-MG 2 x 0 Palmeiras
Internacional 0 x 0 Corinthians
Bahia 2 x 0 Santos
Athletico-PR 2 x 0 Sport
Ceará 2 x 1 Botafogo
Atlético-GO 3 x 1 Coritiba

Para conferir classificação final da Série A e da Série B, edição 2020, clique aqui e aqui. As informações são do Globo Esporte.  

Nada igual
O Campeonato Brasileiro de 2020 é inédito em todos os sentidos na história do futebol brasileiro, principalmente por causa da pandemia que não permitiu que torcedores pudessem acompanhar os jogos ao vivo nos estádios e arenas. Com isto, a renda das bilheterias não existiu, o que fez com que os clubes perdessem grande parte da arrecadação que lhes reforçam o caixa em tempos bons e ruins.

Líder ma non troppo…
Cinco clubes se revezaram na liderança da Série A – Internacional e São Paulo por 14 rodadas cada um; Atlético-MG por 7 rodadas; Flamengo por 2 rodadas e o rebaixado Vasco por uma rodada. O São Paulo liderou mais vezes com 12 rodadas consecutivas e chegou a ter 5 pontos de vantagem que foi diluída pela irregularidade do time, o que custou o emprego de Fernando Diniz.

No frigir dos ovos…
Quando a coisa valeu de verdade, o Flamengo não deu chance e atropelou o Internacional, conquistando a liderança na 37ª rodada e mesmo com a derrota para o São Paulo, conquistou o título com 71 pontos ganhos; 21 vitórias; 9 derrotas; 8 empates; 68 gols pró e 48 gols contra. A artilharia do time ficou por conta do intragável Gabriel, ou Gabigol ou Gabi que marcou 14 gols. Embora a fanática torcida rubro-negra diga que são oito títulos contando com o de 1987, que foi vencido pelo Sport, com decisão transitada em julgado pelo Supremo Tribunal Federal, são sete na realidade. O choro é livre…

Anselmo x Mario Soto: um soco para lavar alma…

Histórias da bola
Para celebrar a mais recente conquista do Flamengo, vale a pela relembrar outro memorável triunfo rubro-negro, desta vez com a conquista da Copa Libertadores em 1981. Um dos jogos mais eletrizantes da história da Libertadores foi Flamengo x Cobreloa. O Flamengo perdeu um – 0x1, ganhou o outro jogo – 2×1 e a partida de desempate foi marcada para Montevidéo numa noite fria e gelada. Nos dois jogos anteriores Mario Soto, um zagueiro violento que jogava com anelão no dedo e havia distribuído socos e pontapés sem ser incomodado pelos árbitros o que lhe deu confiança para bater ainda mais nos habilidosos atacantes flamenguistas. 

Olho por olho 
Na terceira partida, ao ver que o jogo já estava ganho por 2×0 e o Flamengo era campeão, o técnico Paulo César Carpegiani, mandou que o centroavante Anselmo entrasse em campo com uma única missão: “Vai lá e quebra a cara do Mario Soto”, disse o treinador. E lá foi Anselmo para nocautear o chileno e sair expulso. O fato virou folclore e Carpegiani se disse de alma lavada. Meses depois o Flamengo jogaria a maior partida da sua história e daria um baile nos arrogantes ingleses do Liverpool, ganhando por 3×0 num dos jogos mais memoráveis do futebol em todos os tempos e que mais de 30 anos depois é lembrado e relembrado pela massa flamenguista.