MAIS uma morte por overdose de droga na comunidade

Números e estatísticas de mortes por overdose de drogas são assustadores

0
610
Mortes por overdose aumentam em Massachusetts a cada ano

Mais um caso de morte por overdose de cocaína ou heroína acontece na comunidade brasileira, desta vez na região do MetroWest, e por respeito tanto a família, quanto aos amigos, o nome do falecido vai ser omitido para preservar as suas respectivas privacidades, a morte aconteceu na sexta-feira, 8. O grande problema é que este não é um caso isolado e por constrangimento da família e dos amigos na maioria das vezes não se dá divulgação ao fato.

Porém, a realidade é que na comunidade há usuários de drogas que não se dão conta dos perigos que correm a cada vez que fazem uso das substâncias. 

Kit para oversode que salvou a vida de Miguel

Miguel é carioca e há cerca de três anos teve uma overdose que quase o matou. “Havia brigado com minha namorada e estava muito triste, porque minha mãe havia viajado para o Brasil. Eventualmente usava drogas, e como estava sentindo-me sozinho, resolvi ir com uns amigos a um clube noturno em Boston onde bebemos e no fim da noite fiz uso da droga e só me lembro de luzes e pessoas ao meu redor. Foi o resultado de uma overdose que me fez refletir sobre o destino que estava dando para a minha vida. Tão logo minha mãe soube do ocorrido voltou para os Estados Unidos e consegui me recuperar graças a Deus. No meu caso, o socorro foi imediato, pois eu estava em um lugar de fácil acesso. Posso dizer que tive sorte de não morrer e jamais vou me esquecer da sensação de vazio que tive quando me recuperava da overdose. Ainda bem que no dia eu havia usado cocaína, pois se fosse heroína, não estaria vivo para contar a história”, diz Miguel. 

Por mais de um ano Miguel frequentou um grupo que o ajudou na reabilitação e desde que que sofreu a overdose nunca mais usou nenhum tipo de droga. “No grupo que eu frequentei ouvi histórias tenebrosas de pessoas que perderam amigos, parentes e que sabem de casos que me fizeram refletir sobre tudo”, afirmou ao blog na atualização da sua história e desta reportagem. Na ocasião, Miguel foi salvo por socorristas que usaram um kit para overdose (foto).

‘Em caso de estar com alguém que usa drogas e houver uma overdose, ligue imediatamente para o 911, pois nestas circunstâncias cada minuto conta para salvar uma vida. A polícia não vai fazer perguntas. É comum nestas situações, a preocupação de limpar e tirar qualquer vestígio do entorpecente’ 

Os índices de mortes por overdoses em Massachusetts são assustadores e via de regra, aumentam ano a ano, apesar dos esforços das autoridades. Os dados são do governo estadual e abrangem o período de 2000 a 2017.

Ano   Mortes
2000  379
2001  506
2002  526
2003  614
2004  514
2005  575
2006  660
2007  642
2008  622
2009  638
2010  560
2011  656
2012  742
2013  961
2014  1.362
2015  1.704
2016  2.096
2017  1.938

Entre janeiro e setembro de 2018, morreram 1.233 pessoas vítimas de overdoses. Os números finais de 2018, ainda não foram divulgados pelo Department of Public Health.

Boston – 191 mortes; Worcester – 79 mortes; Lynn – 61 mortes; Fall River – 55 mortes; Lowell – 52 mortes; Brockton – 49 mortes; New Bedford – 45 mortes; Quincy – 40 mortes; Springfield – 38 mortes e Lawrence – 37 mortes foram em 2017 as cidades do Estado de Massachusetts com maior número de óbitos por overdoses.

Imagens meramente ilustrativas, retiradas de campanhas anti-drogas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here