Ilton Lisboa: “A Justiça desmascarou as duas dançarinas”

Ilton Lisboa é inocentado

6
8343
Sandra Kelly Swarovski foi desmascarada pelas próprias provas que apresentou

O pior pesadelo na vida de qualquer pessoa é ser acusada injustamente e ser vítima de mentiras, calúnias e difamações. Este foi o caso de Ilton Lisboa, acusado pelas pelas dançarinas Elizete Santos e Sandra Kelly Swarovski em abril de 2015, de tê-las estuprado.

Depois de absolvido e declarado inocentes das acusações Ilton deu seu depoimento para a reportagem do JS onde falou sobre os detalhes do julgamento e da certeza de que seria absolvido.

Elizete Santos trocou de depoimento diversas vezes e mentiu o todo tempo no julgamento

“Quando a polícia de Framingham bateu na minha porta na véspera da Páscoa em 2015, eu estava com roupas de dormir e jamais poderia imaginar que passaria por um constrangimento destes diante da minha família e da sociedade. Trabalho como terapeuta há mais de dez anos e neste período atendi tanta gente que nem sei quantas pessoas são. Homens, mulheres e crianças sem qualquer distinção e é muito comum vir famílias inteiras no meu consultório, inclusive pessoas que vem do Brasil e de outros países que são trazidos por parentes e amigos que conhecem o meu trabalho. Jamais tive qualquer reclamação de quem quer que seja. Por isso estranhei quando fui acusado por estas duas mulheres. Obviamente, eu tinha a plena consciência da minha inocência e de que não havia feito nada que pudesse configurar qualquer crime. Acontece, que aqui nos Estados Unidos a responsabilidade de provar a culpa de alguém nestes casos é do Estado. Com o desenrolar das investigações foi ficando cada vez mais evidente que não havia qualquer culpa minha, porque elas faltaram em audiências e uma delas mudou a versão do que havia contado pelo menos cinco vezes. As versões delas não se sustentavam por nada e a Elizete foi desmascarada pela mentira, enquanto que a Sandra foi pela total, repito total ausência de qualquer material orgânico meu nas toalhas e peças de roupas que ela apresentou como prova. Repito que não havia nada, absolutamente nenhum vestígio de material genético meu em nada do que ela apresentou. A estória que elas contaram era tão frágil ao ponto de dizer que uma delas gritou quando supostamente eu a atacava e ninguém ouviu nada na sala de espera que de acordo com o relato dela estava cheia de gente. O juiz trouxe o corpo de jurados, a promotora e os oficiais da corte no meu consultório e eles puderam ver in loco que a estória era totalmente fantasiosa e que as duas dançarinas mentiam descaradamente. O juri era composto de sete mulheres e cinco homens e eu fui absolvido totalmente de qualquer acusação. Sou um homem livre e não pesa contra mim qualquer acusação. Se eu fosse culpado não teria voltado aos Estados Unidos em nenhuma das quatro viagens internacionais que fiz a três países depois que fui liberado pela justiça. Um homem com culpa teria ficado por lá, mas eu voltei todas as vezes. A pergunta que mais tenho ouvido desde que fui absolvido, é se tenho desejo de vingança contra as duas mulheres. Não tenho não, porque penso que cada um é livre para praticar o que acha que pode praticar. Eu sou dono dos meus atos e ações e da minha consciência. Mas não há como descrever o que passei neste período, principalmente por causa da minha família que sofreu cada pedaço do que passei, mas caminhamos juntos e não há dinheiro que nos recompense por este sofrimento. Eu hoje sou um homem completamente livre em todos os aspectos, pois a Justiça do Estado de Massachusetts e dos Estados Unidos provou a minha inocência, já o mesmo não posso dizer da Elizete e da Sandra Kelly, pois não consigo imaginar como elas podem estar tranquilas, sabendo que poderiam prejudicar um inocente e que não lhes faz absolutamente nada. Confiei em Deus plenamente e em cada minuto deste tempo todo, sem qualquer mágoa no meu coração, fui tratado com muita dignidade na Superior Court por todas as pessoas. Desde o juiz, a promotora e todos os funcionários e oficiais. Não devo nada a ninguém e ando de cabeça erguida pois sou como disse um homem livre. A obrigação do Estado é provar que eu havia cometido crimes contra elas, mas a própria instituição através dos seus peritos e investigadores trabalhou a favor de ressaltar e reafirmar a verdade e o resultado foi a minha absolvição total. Não me canso de repetir que sou um homem livre e inocentado pela justiça do Estado de Massachusetts e dos Estados Unidos”, finaliza Ilton Lisboa.

Publicado originalmente no Jornal dos Sports USA

6 COMENTÁRIOS

  1. Por isso q nao confio mais em ninguem e nao permito ninguem na minha casa.olhando somento para o alto pq o ser humano ja deu, a raca humana esta’ precisando urgentemente de um Recall
    Comentário via Facebook

  2. Justiça às vezes tarda mas não falha. Agora resta estas duas devolverem o dinheiro gasto neste processo,e ainda serem processa das tbm.
    Comentário via Facebook

  3. O que eles fizeram com este dr é crime aqui nos estados unidos talvez brasil nao pois la relevam tudo. vão ter k pagar tudo k elas tiraram e gastos de court. e podem ser presas e deportadas c anbas forem illegais………simplismente tentaram um golpe mas elas mesmas cairam nele…….a prostituição é repuginante….

  4. Jehozadak, gostaria de aproveitar para agradecer sua dedicação e desempenho em produzir esta reportagem, nossa comunidade carece de informação. Você fez aqui mais um excelente trabalho jornalístico. Aproveito também o ensejo para agradecer todas as pessoas que deixaram seus comentários. Muito obrigado a todos vocês. Eu serei sempre grato a DEUS pelo resultado de meu julgamento, e a você por ter divulgado de uma forma extremamente profissional todas as informações relacionadas aos esclarecimentos do veredito final da corte, declarando minha inocência em todas as acusações falsas que pesavam sobre mim. Gostaria de frizar que foi por unanimidade. Porém o mais importante, foi o teste de DNA, no material fornecido à POLÍCIA, por quem me acusou, com o resultado NEGATIVO. Isto elimina toda e qualquer DÚVIDA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here