Folhetos com suposta ação do ICE são distribuídos em Milford, MA

0
62

Mais uma vez um aviso supostamente falso de uma ação do ICE busca desestabilizar a população imigrante de uma cidade, no caso Milford, em Massachusetts. Desde o final de semana começou a circular na cidade um ‘aviso’ em inglês, espanhol e português decorado com coraçãozinhos com o seguinte teor:

Grupo de ódio Milford. 2
O folheto apócrifo está em inglês, espanhol e português

“Estamos te visitando hoje para avisar de uma invasão do ICE que algumas pessoas acham que vai acontecer este fim de semana em Milford. ICE é a imigração e aplicação aduaneira e o trabalho que eles fazem pro governo e prender / deportar cidadãos que estão aqui ilegalmente. Polícia e funcionários do governo vão tentar prender / deportar cidadãos sem documentos. Nós não temos mais informações e enquanto estes podem ser apenas fofocas, nós pedimos que você fique no lado seguro e fique alerta. Avisamos que você deixe a área e ficar em outra cidade, se é possível, porque eles podem invadi casas. Se isso não for possível, por favor tente não sair de casa, pois eles podem estar tentando prender pessoas que estão andando pela cidade ou em lojas. Por favor, espalhe esta informação para qualquer outras famílias que estejam em risco. Obrigado” (SIC). O português do folheto apócrifo que foi distribuído nas lojas e comércios em Milford, aparentemente foi traduzido automaticamente por algum dispositivo na internet e está repleto de incorreções ortográficas.

“Alguém colocou isto no Facebook e recebi algumas chamadas acerca deste panfleto que foi distribuído em Milford. Aparentemente é uma atitude amigável, mas acho que a intenção é o contrário para assustar e provocar pânico e com isto fazer com que as pessoas vão embora e é o que eles querem fazer. Existe um ambiente muito difícil nesta cidade e não faz muito tempo que a Ku Klux Klan distribuiu material anti-imigrante na cidade. As pessoas que distribuíram estes panfletos não foram identificadas ainda. Entraram nas lojas e estabelecimentos e entregaram os papéis. É importante documentarmos cada ato anti-imigrante como este deve ser combatido, para saber exatamente o que estamos enfrentando, senão não teremos como nos defender”, disse Diego Law, diretor executivo do Metrowest Worker Center em Framingham.

“Levei o folheto na polícia e eles me disseram que vão investigar, mas que provavelmente é falso”, disse um brasileiro que mora na cidade e que não quer ser identificado. “Quem fez isto quer espalhar o pânico na cidade que tem muitos imigrantes”, finaliza.

Em agosto de 2011, o imigrante indocumentado Nicolas Guaman, então com 34 anos, dirigindo embriagado atropelou e matou o motociclista Matthew Denice, 23 anos. A morte de Guaman provocou comoção e um parlamentar propôs que imigrantes indocumentados não tivessem acesso ao documento.

Em janeiro de 2016, o brasileiro Argeu Silveira, agrediu Russell Poissant, oficial de polícia da cidade e foi acusado de tentativa de assassinato. Argeu que é indocumentado estava bêbado e resistiu à prisão.

Há algumas semanas em Framingham, circularam mensagens via WhatsApp com basicamente o mesmo teor, buscando semear pânico e medo na população.

O que pode ser feito em uma situação destas?
– Não faça comunicação falsa de batidas ou operações de imigração e/ou policiais
– Não distribua notícias, postagens e vídeos das quais não tem a confirmação de que sejam reais
– Não dissemine nas redes sociais ou no WhatsApp qualquer boato que é compartilhado com você
– Não compartilhe nada daquilo que você não tenha a certeza de que seja verdadeiro
– Não se apavore e nem tome ações precipitadas acerca de nada
– Não se envolva em qualquer situação que te coloque em risco, principalmente nas redes sociais
– Se você têm problemas com a justiça, procure um advogado para saber como agir
– Evite se expor e aos seus
– Você têm direitos
– Não passe os boatos adiante…

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here