FIM da linha para o ‘Malandragem’

'Malandragem' foi deportado sem pelos crimes dos quais era acusado

0
3203
Danilo Ramscheid, o 'Malandragem' foi deportado para o Brasil
Danilo quando foi detido pelo ICE em fevereiro

Terminou de forma melancólica na terça-feira, 20, as aventuras em terras americanas de Danilo Portugal Ramscheid, o ‘Malandragem USA’. Preso desde o dia 4 de fevereiro de 2019, Malandragem foi deportado para o Brasil pelas autoridades de imigração dos Estados Unidos depois que as acusações dos delitos de prática e exibição de ato sexual com criança e de fotografar/filmar partes íntimas ou sexuais sem consentimento, foram arquivadas. Como ele estava em situação irregular nos Estados Unidos, foi mandado embora. Um oficial do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE), informou à corte superior na quinta-feira, 22, que Malandragem havia sido deportado

A prisão de ‘Malandragem’, provocou grande repercussão, fosse pelo modo extravagante e arrogante como vivia e pelas suas atitudes de desprezo pelas leis, e do modo como ganhava dinheiro explorando um contestado negócio de ‘assessoria’ para quem chegava aos Estados Unidos.

Sempre a bordo de carros esportivos e de luxo, roupas de grife, apologia de armas de fogo e drogas, ‘Malandragem’ oferecia dicas e ostentava seu modo de vida nas redes sociais e no seu canal do YouTube.

Porém, ‘Malandragem’ não foi julgado pelos delitos dos quais era acusado antes de ser deportado. De acordo com o advogado Danilo J. Brack, isto é possível. “Às vezes a imigração deporta a pessoa mesmo com casos criminais pendentes. Nessa situação a pessoa recebe ordem de prisão por não-comparecimento e se um dia entrar nos EUA de novo vai imediatamente preso. No dia 29 uma ordem de default deve ser emitida e se um dia ele reentrar será preso no ato para responder estes processos”, afirmou Brack.

Relembre o caso
Foi a partir de uma festa que aconteceu no dia 12 janeiro deste ano da qual um post publicado em uma rede social atraiu mais atenção do que o esperado. Na ocasião da festa que foi regada a drogas, bebidas e sexo, a polícia de Winchester, Massachusetts foi chamada pelos vizinhos e com a permissão de “Malandragem USA’, entrou na sua casa para retirar alguns dos convidados, permanecendo apenas um pequeno grupo.

Entre os convidados que ficaram na festa, estava uma estudante de 17 anos, com quem Danilo se encontrava há alguns meses. Na busca que a polícia fez na residência em janeiro, encontrou uma gravação de uma relação sexual de ‘Malandragem USA’, com a estudante, feita na noite da festa, gravação que foi parar nas redes sociais, e que não era do conhecimento da menor de idade.

Danilo foi preso e acusado de ‘expor uma criança em um ato sexual, fotografar uma pessoa nua sem o seu consentimento e posse de pornografia infantil’. Em uma audiência na Corte Distrital de Woburn, Massachusetts, na terça-feira, 5, ‘Malandragem USA’, teve a sua fiança fixada em US$ 10 mil em dinheiro e com condições.

A garota que não teve a sua identidade revelada, disse para a polícia que foi agredida sexualmente e que não consentiu em ser filmada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here