CRIMES violentos que abalaram a comunidade brasileira

As vítimas destes homens merecem respeito e que não sejam esquecidas

0
268
Antonio Lucas, o 'Neguinho'. Foto reprodução

Mais um crime contra uma mulher brasileira, cometido pelo ex-marido dela, que declarou em juízo que estava irritado. A tragédia aconteceu na noite da sexta-feira, 31, em Worcester, e terminou com a morte de Cleucilene Alves da Silva, a ‘Cleo’, que foi esfaqueada por Antonio Lucas, o ‘Neguinho’, que está preso sem direito a fiança. A reportagem do JS News faz um resumo de crimes que tiveram origem na violência doméstica, ou que envolveram brasileiros no Estado de Massachusetts. 

Jeremias Bins. Foto de arquivo

Jeremias Bins
Em 20 de maio de 2006, Jeremias Bins matou a marteladas sua esposa Carla Souza e o filho dela Caíque em Framingham, Massachusetts. Bins, que atualmente tem 45 anos, foi condenado por homicídios em primeiro grau a cumprir duas sentenças de prisão perpétua sem chance de apelar para liberdade condicional. O corpo de jurados considerou que os crimes foram premeditados e os motivos teriam sido a dedicação de Carla à religião mórmon.

Mizael Rosa
Em 26 de março de 2009, Mizael Rosa matou a facadas Silvia Rosa, sua esposa. O motivo do crime que aconteceu em Leominster, Massachusetts teria sido passional. Mizael admitiu culpa e foi condenado a uma pena de prisão entre 18 anos e 20 anos.

Antonio Marcos Ferreira. Foto: Jehozadak Pereira

Antonio Marcos Ferreira
A dançarina Sheila Carla Santos, foi morta a facadas por Antonio Marcos Ferreira, seu ex-namorado que não se conformava com o fim do relacionamento. O crime foi em Everett, Massachusetts no prédio em que Sheila morava em 2 de outubro de 2009. Ferreira deu 37 facadas em Sheila. No seu julgamento em 30 de março de 2012, o rondoniense ouviu a sentença de prisão perpétua por homícidio em primeiro grau e crime premeditado. Na época do crime, Sheila tinha 26 anos e Antonio Marcos 41 anos.

Paulo Sérgio Viana. Foto: arquivo

Paulo Sérgio Vieira
O corpo de Edinalva Ferreira da Silva, foi encontrado em 21 de setembro de 2011, cerca de 15 dias depois da sua morte. Paulo Sérgio Vieira, marido de Edinalva telefonou para alguns amigos dela e disse que ela estava doente e que tiraria 15 dias de férias. Neste mesmo dia, comprou uma passagem e foi embora para o Brasil, chegou a participar de um churrasco com a família de Edinalva. Em março de 2013, Paulo Sérgio foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais em Sobrália para ser julgado pelo crime cometido em Brighton, Massachusetts.

Marcelo Almeida. Foto: arquivo

Marcelo Almeida
Outro crime passional foi o cometido por Marcelo Almeida em 26 de setembro de 2011 contra Patrícia Fróis que foi esfaqueada onze vezes em Marshfield, Massachusetts. Inconformado com o fim do relacionamento, Almeida tentou reatar diversas vezes e estava irritado pois teria visto Patrícia com outros homens. Em 2015 foi condenado por assassinato em primeiro grau e condenado à prisão perpétua, de cuja sentença recorreu sem sucesso.

Gelcino Lopes Oliveira. Foto: arquivo

Gelcino Lopes Oliveira
Em 26 de janeiro de 2015, Gelcino Lopes Oliveira colocou de forma trágica um ponto final no seu relacionamento com Elizete Benevides, de quem estava separado por iniciativa dela. Depois de esfaquear Elizete, Gelcino tirou a própria vida e o crime chocou a comunidade brasileira em Peabody, Massachusetts. Elizete disse na época a seu amigos que temia pela sua vida diante das ameaças que sofria por não querer reatar com Gelcino.

 

Ilton Rodrigues
O brasileiro Ilton Rodrigues matou a facadas a portuguesa Telma Brás com quem era casado e tinha um casal de filhos em Stoughton, Massachusetts, no dia 3 de maio de 2019. Os motivos teriam sido um pedido de separação de Telma. Após esfaquear a esposa, Ilton tentou tirar a própria vida e foi indiciado no hospital para onde foi levado e deve ser julgado com a acusação de assassinato em primeiro grau, cuja pena é a prisão perpétua.

Outros casos de violência
Eduardo Alves
Em julho de 2002, Dione Alves foi esfaqueada e morta por Eduardo, seu filho na casa onde a família morava em Hyannis, Massachusetts. Dione tinha 46 anos e Eduardo, 19 anos e foi diagnosticado como esquizofrênico e viciado em drogas. Condenado, ficou oito anos preso em West Bridgewater e deportado para o Brasil.  

Joel Lemos. Foto: arquivo

Joel Lemos
No feriado de Thanksgiving de 2005, Joel Lemos, um catarinense que era dono de uma pizzaria em Somerville, Massachusetts, enciumado pelo fato de seu ex-empregado José Fernandes do Carmo estar namorando a americana Cherri Ellis. Decidido a se vingar de Fernandes do Carmo, e de acordo com o processo judicial Lemos construiu e instalou no porta-malas do carro deste uma bomba. Com a explosão, Fernandes do Carmo, teve queimaduras de primeiro grau nos braços e no rosto e o deixou em coma por cerca de 40 dias, tendo que ser submetido a cirurgias plásticas corretivas e só voltou a enxergar do olho esquerdo cerca de um ano depois do atentado. Além disto, a casa onde Fernandes Lemos morava, foi incendiada e destruída. Em outubro de 2008, Joel Lemos foi condenado a 40 anos de prisão. Tempos trás Joel Lemos enviou dezenas de cartas para as redações do jornais brasileiros, dizendo-se injustiçado e que queria contar a ‘verdadeira’ história do que havia acontecido.

Jusselio Dias dos Reis
Em 16 de julho de 2017, Jusselio matou a facadas Geraldo Carlos do Amaral, em Milford, Massachusetts. O crime teria sido motivado uma discussão por causa de uma mulher. Reis e Amaral eram amigos e haviam bebido e se drogado, quando iniciaram a briga que terminaria em morte. Jusselio fugiu e foi preso dois dias depois em Newark, New Jersey. Ele está preso sem direito a fiança e ainda não foi a julgamento.

Publicado em primeira mão no JS News.

Todos os direitos © reservados. Permitida a reprodução total ou parcial desde que citada a fonte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here