CLAUDIA Hoerig é sentenciada à prisão perpétua 

Brasileira naturalizada americana, Claudia Hoerig foi extraditada para os EUA para ser julgada por assassinato

0
1031
Claudia Hoerig foi sentenciada à prisão perpétua
O juiz Andrew Logan anunciou a sentença de Claudia Hoerig

A brasileira naturalizada americana Claudia Hoerig, de 54 anos, ouviu na sexta-feira, 8, a sua sentença por ter assassinado o seu marido Karl Hoerig em sua casa em Newton Falls, Ohio, em 2007. O juiz Andrew Logan condenou Claudia à prisão perpétua, sendo que ela pode pedir liberdade condicional após cumprir 28 anos da sua sentença onde está incluido 25 anos de pena e mais três anos obrigatórios por uso de uma arma de fogo.

O corpo de jurados considerou a brasileira culpada de assassinato agravado e não levou em consideração as alegações dela de que Karl Hoerig era violento e abusivo com ela.

O juiz Logan afirmou na sua sentença que Claudia Hoerig planejou a morte do seu marido e que nunca demonstrou emoção ou qualquer remorso por seus atos preferindo desviar-se da sua culpa.

Embora a sentença de Claudia seja de prisão perpétua ela não poderá ficar mais do que 30 anos na cadeia por ser este o período máximo permitido na legislação brasileira e que constou no seu acordo de extradição do Brasil para os Estados Unidos. O período de abril de 2016 a fevereiro de 2018 em que Claudia esteve presa no Brasil enquanto seu processo era julgado no Supremo Tribunal Federal (STF) deverá ser descontado da sua pena de prisão.

Os advogados de Claudia Hoerig expressaram condolências para a família de Karl Hoerig. A brasileira cumprirá a sua sentença no Ohio Reformatory for Women in Marysville, Ohio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here