Caso as coisas piorem e você tiver que ir embora, qual é o seu plano B?

0
251

Há cerca de dois anos, Célio teve que ir embora para o Brasil depois de não conseguir viabilizar a sua permanência nos Estados Unidos, mesmo sendo casado com uma cidadã americana e de ter filhos nascidos aqui. O motivo, foi o retorno aos Estados Unidos depois de ter sido deportado duas vezes, a última em agosto de 1998. Além disto tinha no seu prontuário uma condenação por agressão em uma briga e um DUI.

Em 2001 conheceu Regina com quem se casou e mudou totalmente sua vida. Deixou as baladas, as saídas e as bebedeiras com os amigos e amadureceu com a chegada dos filhos. Regina conseguiu o seu green card em 2007 e se tornou cidadã em 2012. Compraram casa, investiram nos estudos de Regina, e em imóveis no Brasil. Quando o advogado disse que não havia nada a fazer, prepararam a volta ao Brasil e em poucos meses viram que não se adaptariam à vida por lá.

Em uma feira de negócios assistiram a uma palestra sobre migrar para o Canadá e este tornou-se o seu destino, já que Regina conseguiu em emprego na sua área e Célio foi beneficiado junto com os filhos. “Nós poderíamos ter ficado no Brasil, mesmo porque o que conseguimos comprar lá nos dá condições, mas a segurança é precária, e não nos sentimos confortáveis em ficar. De comum acordo optamos pelo Canadá, por causa da estabilidade e das condições de moradia, além do que terei documentos, o que não acontecia nos Estados Unidos”, diz Célio.

Mas como ir embora sem nada garantido? Este é o dilema de muita gente e a cada dia esta tem sido a única saída a ser considerada?

Temos de ter a consciência de que estamos em uma corrida contra o relógio e para milhões o tempo está se esgotando rapidamente. Porém, não há motivos para pânico e todos têm os seus direitos.

Tenha em mente que estamos nadando num mar repleto de tubarões dispostos a te devorar ao menor sinal de vacilo ou indecisão. Por isso é que o planejamento estratégico é vital para a sobrevivência em qualquer lugar no mundo.

Os exemplos de sucessos e fracassos estão em todos os lugares, e via de regra podemos observar que os sucessos sempre estiveram de mãos dadas com estratégias, e os fracassos estavam abraçados com a falta de planejamento e o desdém.

Países como o Canadá, Nova Zelândia e Austrália entre outros têm políticas definidas de imigração e acolhem de braços abertos profissionais e trabalhadores especializados. Pesquise caso deseje migrar legalmente, nos consulados e representações diplomáticas destas nações.

Você tem uma estratégia? E se ela falhar, tem um plano alternativo, ou vai culpar alguém quando fracassar? Qual é o seu plano B?

Planeje e tenha sempre um plano alternativo caso precise ir embora
– Mantenha os seus documentos como o passaporte em ordem e com validade
– Mantenha os documentos da sua família igualmente em ordem
– Economize o máximo que puder
– Invista em uma propriedade no Brasil. Caso precise voltar, tenha onde morar
– Tenha dinheiro vivo, caso precise viajar as pressas
– Considere ter procurações para movimentação bancária e dos seus bens caso aconteça algum infortúnio
– Tenha sempre telefone e contato de um advogado
– Aprenda inglês e tenha uma profissão que pode ser útil caso deseje migrar para outro país
– Não perca a calma e nem se apavore.
– Não se sinta fracassado e nem se culpe por nada
– Você tem direitos e é importante…

Imagens meramente ilustrativas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here