CARTEIRA de motorista: CTB e parceiros lançarão nova campanha

Centro do Trabalhador Brasileiro encabeça importante campanha pró-carteira de motorista para todos

5
6727
Diversos estados permitem que indocumentados tenham carteira de motorista

O Centro do Trabalhador Brasileiro (CTB), em parceria com o The Welcome Project Somerville e outras entidades como o Sindicato SEIU32BJ, vai lançar nova campanha para a aprovação da Driver’s Licence (carteira de motorista) para todas as pessoas, independentemente do status imigratório. Várias reuniões vêm sendo feitas e os próximos passos já estão agendados. 

Natalicia Tracy, diretora executiva do Centro do Trabalhador Brasileiro (CTB). Foto: divulgação CTB

Esta é a segunda vez que o CTB entra em campanha para a carteira. A primeira foi em 2014, mas o projeto de lei não passou. Segundo a diretora executiva do CTB, Natalícia Tracy, agora há mais chances e boas expectativas. 

Atualmente existem dois tipos de carteira de motorista, uma chamada Standard (só para dirigir) e a outra chamada de Real ID (válida também para ter acesso a órgão públicos federais). Ambas exigem que o motorista requerente responda se possui cidadania americana. “O que nós queremos é que seja retirada essa exigência, pois assim as pessoas podem ter sua carteira, mesmo se não tiverem documentos como o Social Security, por exemplo”, explica Natalícia. 

De acordo com ela, quando foram iniciadas as conversas com o representante executivo do The Welcome Project Somerville, Ben Echevarria, eles descobriram que o sindicato já tinha uma iniciativa parecida. Foi então que eles começaram a discutir a possibilidade de todos se juntarem em uma coalizão para deixar a proposta ainda mais forte. “Ainda não há uma definição exata de como vai funcionar essa coalização, mas já temos reuniões agendadas para falar sobre mais detalhes”, disse a diretora do CTB. 

A primeira reunião será na segunda-feira, 7, com grupos que se interessam em lutar pelo projeto, e na quinta-feira, 10, haverá outra reunião, dessa vez com senadores e deputados. Para passar o projeto da Driver’s License é necessário apoio de pelo menos metade mais um das autoridades do Palácio do Governo, sendo pelo menos 21 senadores e 81 deputados favoráveis. 

Na opinião de Natalícia, da outra vez que a lei não passou havia um ambiente político mais conturbado e restritivo. Agora, três dos principais opositores da lei perderam suas cadeiras no Congresso e outros políticos com perfil mais comunitário foram eleitos e podem apoiar a causa. 

Dando sequência aos próximos passos, o projeto precisa ser apresentado até o dia 18 de janeiro. Como a proposta é retirar esta exigência de cidadania, a coalizão precisa apresentar outros pontos que serão colocados no lugar, como por exemplo o tipo de documento ou comprovação que será requisitado. “Uma boa alternativa seria pedir o income tax, pois assim prova que a pessoa mora e trabalha em Massachusetts”, opina Natalícia Tracy. 

Papel da comunidade é fundamental 
O apoio comunitário à nova campanha é fundamental para a aprovação da lei, que é de interesse de todos e vai oferecer muito mais segurança e tranquilidade para quem dirige. Uma maneira das pessoas apoiarem é cobrando dos deputados e senadores em que elas votaram que defendam e assinem pela aprovação. 

De acordo com Natalícia, a pressão popular pode fazer a diferença, pois os que são contrários à lei acabam “falando muito alto” e pressionando os políticos com todo tipo de argumento e eles, por sua vez, acabam vetando, como ocorreu da outra vez. Ela disse que é forte o lobby dos contrários ao projeto, que ligam, mandam e-mails e fazem todo tipo de alarde dizendo que facilitar a carteira pode ser ruim para o Estado de Massachusetts, pois pode fazer com que haja uma invasão de pessoas de outros estados tentando tirar a carteira de motorista aqui. No entanto, com todos os detalhes sendo discutidos, é possível restringir que somente quem mora e contribui com impostos aqui possam obter o benefício. “Estamos confiante, pois agora há muito interesse de políticos de que a lei seja aprovada. Vamos lutar com muita força e garra para trazer esta conquista para a comunidade”, afirmou a diretora do CTB. 

5 COMENTÁRIOS

  1. Ótimo, a iniciativa em prol da carteira de motorista, claro continuarei lutando junto ao CTB, apesar de pensar que estamos acostumando demais em se contentar com migalhas, uma reforma geral, abrangente e justa no sistema de imigração depende de nosso esforço e nossa cobrança. Onde estão os que continuam levantando junto à bandeira da legalização?? Abraço

  2. Parabens pelo esforço ai nosso favor precisamos de mais pessoas assim na nossa comunidade.

    Estava conversando com minha esposa e ela disse que alem do TAX, se propor atualizar as documentacoes todo ano inviabiliza quem NAO mora Aqui querer tirar, so mesmo quem mora teria essa facilidade de todo ano fazer um update e imagino que se for aprovado com essas condições ainda sim daremos graças a Deus😊.

    Colocando essas condições faz com que as pessoas(que nao moram aqui) procurem outros estados para tirar pois aqui nao compensaria pra eles sendo que existe outros estados q nao exigem annual update😉

  3. Se eles vierem com o discurso de que o estado não teria de onde tiarar verba que isso vai sufocar a MRV, pergunte aos que vão fora pagar quase 3 mil pra tirar em outros estados, gastando com passagens aéreas, hospedagem e etc…
    Só falta bom senso e ser aprovado.
    A seguir cenas dos próximos capítulos…

  4. Parabéns a senhora Natalícia por estar ajudando os milhares de Brasileiros que nao tem drive license aqui em MA. Não só nos Brasileiros mas tbm muitos outros imigrantes que buscam ter uma vida melhor e contribuir com o país!!

    Deus abençoe a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here