BRASILEIROS são presos tentando embarcar em voo doméstico em Porto Rico

Brasileiros haviam sido deportados anteriormente e tentavam reentrar ilegalmente nos EUA

0
2157

Os brasileiros Gilmar Silva Pinheiro, 42 anos e Darli Machado Gontijo, 34 anos, foram detidos por oficiais do U.S. Customs and Border Protection quando tentavam reentrar ilegalmente nos Estados Unidos depois de terem sido deportados anteriormente.

A detenção de ambos aconteceu na sexta-feira, 1 de junho no Aeroporto Internacional Luis Muñoz Marin em San Juan Porto Rico, quando tentavam embarcar em um voo doméstico para Charlote, Carolina do Norte. Pinheiro e Gontijo haviam sido deportados anteriormente em fevereiro de 2018 e tinham em seu poder passaportes brasileiros sem um visto americano válido.

Porto Rico é um estado associado dos Estados Unidos e todos os voos diretos de lá são considerados domésticos. Para a admissão em Porto Rico aplicam-se as mesmas regras de entrada nos Estados Unidos.

Os brasileiros foram levados diante do juiz Bruce J. McGiverin e acusados de violar o preceito legal para reentrada ilegal nos Estados Unidos após remoção ou deportação anterior, e podem ser condenados a uma pena de no máximo dois anos de prisão e uma multa, ou ambas as coisas.

Os oficiais do Border Patrol estão autorizados a vistoriar voos domésticos inclusive. Porto Rico é uma das rotas de tentativas de entradas ilegais nos Estados Unidos.

Imagens: CBP e meramente ilustrativas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here