BRASILEIRO é considerado culpado de tráfico de armas de fogo

0
223
Corte Distrital Federal em Boston

Vanderlei Rodrigues de Araújo, o ‘Neneco’, 43 anos, declarou-se culpado na semana passada de uma acusação de tráfico de armas de fogo sem licença, duas acusações de ser estrangeiro em posse de arma de fogo e munição e uma acusação de reentrada ilegal nos Estados Unidos, depois de ter sido anteriormente deportado.

A sentença de ‘Neneco’, será anunciada no dia 21 de janeiro de 2021 e foi agendada pelo juiz Nathaniel M. Gorton da Corte Distrital dos Estados Unidos em Boston. Vanderlei foi preso em maio de 2019 e está sob custódia desde então.

O brasileiro foi deportado anteriormente em 18 de agosto de 2011 e algum tempo depois de sua remoção reentrou ilegalmente nos Estados Unidos e fixou residência em Malden. Entre 6 de setembro de 2018 e 28 de janeiro de 2019, Araújo negociou e vendeu ilegalmente armas de fogo e munições para terceiros. Em maio de 2019, foi preso, e suas impressões digitais foram encontradas no arquivo do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) como um estrangeiro anteriormente deportado.

A acusação de se envolver no negócio de comércio de armas de fogo sem licença acarreta uma pena de até cinco anos de prisão, até três anos de liberdade condicional e multa de até US$ 250 mil. A acusação de ser um estrangeiro em posse de arma de fogo e munição acarreta uma pena de até 10 anos de prisão, três anos de liberdade condicional e uma multa de até US$ 250 mil. A acusação de reentrada ilegal de um estrangeiro anteriormente deportado acarreta uma pena de até dois anos de prisão, até um ano de liberdade condicional e uma multa de até US$ 250 mil. 

Imagem meramente ilustrativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here