BRASIL deporta americano acusado de fraude nos EUA

Christopher Morris desviou US$ 2,1 milhões do seu ex-empregador

0
414
Imagem meramente ilustrativa

O Brasil deportou Christopher Morris, 48 anos, acusado de fraude pela justiça dos Estados Unidos. Morris foi extraditado e chegou em Boston na quinta-feira, 30, e na sexta-feira, 31, foi levado para uma audiência na U.S. District Court em Boston, onde foi indiciado por quatro acusações de fraude eletrônica e 12 acusações de transações financeiras ilegais pelo juiz M. Page Kelly. As acusações pesam contra ele que desde 2013 morava entre o Brasil e o Uruguai.

Christopher Morris que foi diretor financeiro, fraudou seu ex-empregador Public Broadcasting Service Distribution (PBSd), estabelecida em Allston, Massachusetts e outras localidades. A PBSd e suas afiliadas são organizações sem fins lucrativos, que recebem doações de pessoas e de corporações. 

A posição de Morris dava acesso irrestrito e facilitava as fraudes. Morris desviava cheques que eram endereçados a PBSd, endossava-os e depositava na sua conta pessoal. Segundo a acusação, entre janeiro de 2008 e setembro de 2012, Morris depositou na sua conta corrente pessoal 202 cheques desviados que somam cerca de US$ 2,1 milhões e através do seu acesso escondia contabilmente os roubos, fazendo com que constassem como pagos. Os cheques desviados por Morris e que tinham endossos forjados eram de consumidores e empresas que compravam programas da PBSd.

Com o dinheiro roubado, Morris levava uma vida luxuosa, como o aluguel durante um ano no Greenwich Village e Tribeca, em New York, a compra de um apartamento à beira-mar em Chelsea, Massachusetts, além de gastos com roupas, restaurantes e viagens de luxo, como um cruzeiro pela América do Sul que custou US$ 16 mil por duas semanas.

Caso seja condenado em todas as acusações, Morris pode pegar uma pena de até 20 anos de prisão, três anos de liberdade condicional e uma multa de US$ 250 mil por cada acusação. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here