Bolsonaro em Boston: um espetáculo inesquecível…

Bolsonaro: de milico boquirroto a esperança democrática

3
10029

Quem acha que a campanha eleitoral presidencial em 2014, principalmente entre a despachada Dilma Rousseff e o enrolado Aécio Neves havia sido o fundo do poço não perde por esperar a de 2018. Motivos e razões não faltarão, ofensas, xingamentos, truculência, acusações e muita baixaria darão o tom da disputa que se não alterar em nada, ficará entre o quadrilheiro e já condenado ex-presidente Lula, e o boçal capitão Jair Messias Bolsonaro.

Esta é a triste realidade da política brasileira, um condenado por corrupção de todos os tipos, recebimento de propina, formação de quadrilha e por ter chefiado e comandado o maior roubo de dinheiro público da história do país e que se for eleito ficará impune e um representante da direita raivosa e que tem com caraterística a apologia da tortura.

Costumeiramente, diz-se de Jair Bolsonaro que não há nada ‘que o desabone’, referindo-se às práticas de corrupção tão comuns na política brasileira. É muito pouco para que alguém tenha a possibilidade de ser eleito presidente da república. Ou seja, o Brasil corre o sério risco de na próxima eleição escolher entre um ladrão e corrupto e um ardoroso defensor da ditadura militar, que muitos dos seus devotos sequer imaginam o que foi.

Triste Brasil…

Nesta semana, Bolsonaro vem a Boston pelas mãos de gente como Dario Alves Galvão, que se tornou conhecido por ter afrontado a então presidente Dilma Rousseff em uma sessão de perguntas após uma conferência na escola de econômia da Harvard em abril de 2012, sobre se a comunidade brasileira nos Estados Unidos não tinha direito ao programa Ciências sem Fronteiras.

Dilma deu notoriedade a Dario que estava de penetra, já que o evento era exclusivo para alunos e imprensa – o que não era o caso dele – por causa da resposta atravessada, e desde então este passou a se denominar ‘ativista comunitário’ sem que se saiba direito o que isto significa, no seu caso. Frequentemente, Dario é visto nas redes sociais ao lado de parlamentares do baixo clero, a quem ciceroneia por reuniões inócuas e das quais não se sabe o resultado positivo de nenhuma delas.

Um recente press release distribuído para a imprensa, dá conta de que a vinda de Bolsonaro e seus filhos a Boston tem a coordenação do Public Administration Institute (P.A.I), uma Organização Não Governamental (ONG) fundada em 2001. Acontece que a tal Public Administration Institute que é liderada por Dario Galvão não existe no papel e tampouco tem uma sede ou instalações físicas, ou seja, Bolsonaro está desembarcando em Boston por alguém a sua altura e estatura política.

Se o Public Administration Institute precisar receber alguém, terá de faze-lo no café mais próximo, pois sequer tem uma sede social, telefone próprio, site. etc. Tem sim uma página no Facebook…

Para quem quiser se certificar de que a Public Administration Institute é uma entidade fantasma clique no site da Corporations Division business de Massachusetts e faça a sua própria pesquisa.

Mas voltando a Bolsonaro, ele é a esperança real de milhões de brasileiros que veem na direita – já que a esquerda com Lula afundou-se na corrupção e no roubo dos cofres públicos – a salvação para a política nacional, mesmo que para isto tenham que apoiar um facista, misógino, defensor da tortura e de torturadores como o coronel Brilhante Ulstra, da ditadura militar, de um homem que não hesita em ofender quem quer que seja para fazer valer o seu ponto de vista tacanho e fora da realidade.

O que choca, principalmente em Massachusetts é ver gente do bem e com boas intenções ao lado de Bolsonaro, apoiando-o e dando-lhe espaço, escorados atrás do tal ‘nada há que o comprometa’, sem se dar conta de que o deputado representa o que há de pior na política em qualquer nível, e no que é acompanhado galhardamente por Lula, Aécio, Geraldo Alckmin, João Dória Junior, Marina Silva, Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Renan Calheiros, José Sarney, Romero Jucá, Rodrigo Maia, Gilmar Mendes, e outros tantos personagens nefastos que existem aos milhares no Brasil.

É certo que a eleição de Donald Trump na contramão de tudo o que já se havia visto na política americana, deu a Bolsonaro e seu devotos a fórmula a ser copiada e seguida, e diga-se que o republicano venceria qualquer adversário com um pé nas costas com seu discurso ultrapassado. Para se eleger, Trump não hesitou um instante sequer em ofender, criticar, expor seus pontos de vistas em qualquer instante, exatamente como faz Bolsonaro. Se Trump começou a sua campanha ofendendo mexicanos, Bolsonaro, não fica atrás e dias atrás foi condenado por ofender quilombolas. Tudo a ver…

Animada a direita brasileira – e não há nenhum problema em ser de direita – vê em Bolsonaro a tábua de salvação e creem que ele será a solução de todos os problemas. Pouco importa a esta direita radical se Bolsonaro defende torturadores, se faz apologia ao estupro, se ao longo da sua vida parlamentar já trocou de partido sete vezes e está na iminência de faze-lo pela oitava vez, se suas propostas para a economia e para o país sejam indigentes e confusas. O que importa é que a ascensão de Bolsonaro está dando vez e voz a gente que pensa exatamente como ele.

Falta aí o dito apoio evangélico, que nos Estados Unidos se aliou a Trump e que certamente vai se aliar a Bolsonaro sem se dar conta de que comete erros que poderão custar muito caro no futuro.

Certamente a passagem de Bolsonaro e sua trupê de filhos por Massachusetts será inesquecível e como já foi afirmado, bem a altura de quem o patrocina e traz, pois ele não poderia desembarcar por melhores ou piores mãos do que as de Dario Galvão…

Uma parelha e tanto…

A eles se juntarão, os oportunistas de sempre que estão em busca de aparecer, também haverá gente honesta e trabalhadora que servirá de massa de manobra para fins menos nobres, mas que acredita que Bolsonaro é a salvação da lavoura, e que darão seu apoio a um triste espetáculo cujo protagonista é um político que representa tudo o que pode representar em termos de radicalismo e intolerância e que não passa de uma triste caricatura de si mesmo.

Um espetáculo inesquecível…

Imagem: reprodução redes sociais

Mensagem recebida de Dario Galvão
Informação do site paiconsulting.org, que entrou no ar no dia 6 de outubro de 2017

Atualização – domingo, 8 de outubro, 648 PM
Em mensagem de texto ao blog, Dario Galvão informa o site da ONG, o endereço onde funciona empresas e entidades que são ligadas a outra pessoa. Dario Galvão não responde a principal questão que é a legalidade da ONG. Existe ou não? Onde está o número de registro no Estado de Massachusetts? Já o site aparentemente foi colocado no ar há menos de uma semana, conforme mostra o registro de domínio. De quebra e como é do seu feitio, Galvão mostra o seu modus operandi típico.

3 COMENTÁRIOS

  1. O que choca de verdade é ver alguém como você fazer um texto como esse. Pelas suas opiniões a respeito do Jair Bolsonaro, logo vê-se que você tem uma opinião formada a partir da opinião de outros ou matérias que lê ou vê a respeito dele. Se visse vídeos contextualizados dele, acredito que sua opinião seria pelo menos um pouco diferente a seu respeito. Colocar um homem de opiniões com as quais você não concorda e um ladrão em patamar de igualdade é no mínimo um absurdo. Gosto de suas matérias mas, infelizmente, nessa me parece que você está mal informado ou foi mal intencionado. Não digo isso para defendê-lo. Nem mesmo sei se ele merece meu voto. Apenas digo isso porque não é legal expor informações não verídicas a respeito de alguém numa publicação que alcança muitas pessoas e tende a influenciá-las. Espera-se mais imparcialidade de veículos de imprensa.

  2. Você não gosta nem do Lula, nem do Bolsonaro…
    Será que vai gostar do Dória?
    Esse não é o meu sonho de presidente, mas acho que ele tem possibilidade de ser eleito.

  3. Isso sim e um verdadeiro e legitimo discurso esquerdista…
    Sera que vc quer realmente quer ver um pais melhor ou esta so esperando uma oportunidade para abocanhar uma fatia deste bolo que o PT fez para saciar a sua propria fome.
    O que me anima e que pessoas como vc ja se encontra em um desespero tao grande por saber que a torneira que nao para de vazar dinheiro do povo brasileiro esta preste a ser fechada…
    Ninguem e dono da razao. Faz o seguinte… volta para os livros para depois vc vir aq descarregar essa diarreia mental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here