BÊBADO, brasileiro é preso por bater em loja de conveniência

Brasileiro recusou-se a fazer o teste do bafômetro

0
1695
Guilherme Assis Almeira admitiu que havia bebido quatro cervejas

O brasileiro Guilherme Assis Almeida, foi preso pela polícia de Framingham, na tarde do domingo, 12, depois de bater com sua caminhonete em uma loja de conveniência, de acordo com as autoridades. Ninguém ficou ferido e de segundo o relatório policial apresentado na Corte Distrital de Framingham na segunda-feira, 13, os oficiais de polícia foram até a loja e viram que a picape de Guilherme estava avariada. A loja estava parcialmente e as mercadorias estavam espalhadas pelo chão.

Guilherme disse para a polícia que ele era o motorista e que havia parado na loja para que seu amigo entrasse no estabelecimento. Depois que seu amigo desceu, ele decidiu estacionar e confundiu os pedais e pisou com força no acelerador, provocando o acidente.

Um policial disse no relatório que pelo hálito, constatou que Guilherme estava bêbado, já que também cheirava a álcool. O brasileiro admitiu que havia bebido quatro cervejas antes da colisão com a loja. Submetido a um teste de sobriedade, Guilherme falhou e foi preso. Na delegacia recusou-se fazer o teste do bafômetro.

O brasileiro foi acusado de dirigir sob a influência de bebidas alcoólicas, colocar outras pessoas em risco e por não ter carteira de motorista e depois de pagar uma fiança de US$ 500 enfrentou as acusações na corte e uma nova audiência foi marcada para o dia 18 de junho.

A loja de conveniência vai ficar fechada até que uma reforma seja feita.

Para ler sobre as consequências de um DUI, que é considerado um delito sem perdão e que pode acarretar com a deportação de quem for pego dirigindo bêbado ou drogado, clique aqui.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here