As boas causas sociais do pr. Emidio Martins

0
275

Bom de papo e de prosa, e com gente em volta a qualquer hora do dia, o pastor Emidio Martins é um dos personagens mais queridos e respeitados na comunidade brasileira em New England. Seus programas radiofônicos fazem parte do cotidiano de milhares de pessoas e seus afazeres são sempre dedicados a igreja que pastoreia em Quincy, Massachusetts, a família e a fazer o bem para as pessoas. Além de tudo isto, passa horas tocando o seu acordeom ou então na cozinha preparando comidas deliciosas.

Recentemente, uma série de ações sociais em que está envolvido diz respeito a ampliação do santuário e das instalações da igreja que lidera. Uma destas foi usar os seus dotes culinários para produzir embutidos de modo artesanal.

13707660_10208638205707039_9071819232056374713_n
Linguiça defumada produzida artesanalmente. Fotos: reprodução Facebook

Houve quem se surpreendesse com tais aptidões. “Estudei muitos livros sobre isso durante alguns anos. Na questão de SAFE HANDLING fiz o curso da Experian e as lições de minha bisavó, Vitoria Bruziguini, uma italiana que escolheu o Brasil para morar, minha avó e madrinha Ana Guzansque e um pouquinho aqui e outro ali”, diz aos risos onde aprendeu a fazer embutidos.
Diariamente produz linguiça que leva lombinho de porco picadinho a mão, puro, com sal e alho; lombinho de porco com cheiro verde e quatro queijos; linguiça mista com 70% de top sirloin de boi e 30% de lombinho com toucinho de barriga.

Para tanto, Emidio usa carne de grade AAA, pork loin (lombo de porco), carne de pernil, carne de boi Top Round ou Bottom Round com toucinho de barriga e pernil desossado; cheiro verde, cilantro (coentro), salsinha, erva doce, Rosemary que é o alecrim e hortelã. Usa também queijo mussarela, Monterrey Jack, provolone e Cheddar Sharp. O resultado é um produto de primeira qualidade que tem agradado quem experimenta.

A linguiça de porco e mista defumada, foi produzida pela primeira vez nessa semana, e a produção é totalmente artesanal e feita de acordo com a procura.

“O processo que uso é lento e profissional, visto que tenho uma chefe formada na renomada faculdade gastronômica Le Cordon Bleu que é a minha filha Natalia e com cursos na Safe Serve e Experian que me supervisiona, além da minha experiência como chefe de cozinha por 12 anos. O sistema de refrigeração é top de linha, as temperaturas são observadas de acordo com USDA, além da esterilização e higienização de todos os utensílios e equipamentos usados na produção. Uso uma máquina de moer, um canhão para encher a linguiça, balanças, facas, mesas, cutting boards, além de luvas e uma temperatura ambiente com dois aparelhos de ares-condicionados e ventiladores que tornam o local da produção agradável e seguro, como uma grande câmara fria”, continua. “Pelo jeito o povo está gostando, pois não sobra nada”, afirma.

“Já a Murcela dá muito trabalho, pois eu mesmo vou escolher os ingredientes, que são conhecidos no interior como miúdos, que são o fígado, rins, coração, língua, papada, banha de barriga que são lavados cuidadosamente e depois ferventados em três águas com limão, sal, alho, vinagre, folhas de louro, sal e pimenta do reino. Depois de tudo cozido, são picados a mão e adiciono o tempero final, com muito hortelã, cheiro verde, cebola e azeite de oliva virgem. Deixo a massa assentar no refrigerador, e inicio o processo de encher a tripa que é natural. A murcela depois de cheia é submersa em água fervente com óleo, folhas de louro, caldo de limão e menta onde é cozida completamente dentro da tripa. Podendo ser consumida fria com limão, assada, aquecida no microondas ou fritar em banha quente, o que requer experiência para não estourar’, falando sobre o processo de produção da murcela.

“Eu tinha um desejo de muitos anos que agora tive condições de realizar por uma boa causa, e além de tudo uso carvão vegetal e madeira de Hickory e tronco de Maple para defumar os produtos que não contém conservantes químicos. Tudo é feito na base da fumaça. O resultado é um produto genuinamente brasileiro, mais precisamente de Minas Gerais, São Paulo e Goiás”, finaliza.

Os preços variam de produto a produto e podem ser pedidos através do telefone 617.849-4646, e as encomendas têm que ser feitas antecipadamente. Toda a renda dos produtos são destinadas às obras de ampliação do templo.

Reportagem publicada originalmente no Jornal dos Sports USA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here