Ansiedade e depressão: cuidando da saúde mental e psicológica

Depressão e ansiedade são muito comuns no inverno e precisam de acompanhamento especializado

0
5769

A chegada do outono e do inverno costuma não ser boa para muitas pessoas, em especial o trabalhador imigrante que se depara com a diminuição e até a falta de trabalho, o frio intenso, a falta de perspectivas, os dias mais curtos, a escuridão e o isolamento, fazem com que muitos se deprimam e se isolem, e com isto sejam suscetíveis às doenças e males psicossomáticos, como a depressão, a melancolia, a ansiedade e a tristeza entre outras enfermidades mentais. Como agir diante de tantos problemas. A reportagem do JS entrevistou o psicoterapeuta Dr. Levi André de Azeredo acerca de como enfrentar certas e determinadas situações. Confira as respostas a seguir.

Por que é importante cuidar da saúde mental?
O cuidado com a saúde mental se faz importante, porque ela não estando bem irá nos afetar em todas as áreas das nossas vidas. Isso porque ela está ligada direta com a nossa cognição, razão ou modo de pensar, os afetos, emoções ou como sentimos. O cuidado com ela não é tão, somente, ter um pensamento positivo. Temos que entender que somos um ser bio-psico-social e essas três áreas estão ligadas com o bem estar mental. Onde a parte bio ou biológica tem a ver com o nosso corpo. Isso, pois se ficarmos doentes, com dor ou um mau funcionamento de algum órgão ficaremos triste e abatidos, podendo até mesmo originar uma depressão, que causaria uma deterioração da saúde mental. Outro exemplo seria o cérebro como sendo a parte do corpo que menos cuidamos, e que tem cinco necessidades básicas que são: tomar sol, água, comida, dormir e exercícios. A negligência com estes itens podem causar problemas imediatos ou futuros na saúde mental. Claro que também podemos ter problemas neurofisiológicos que podem ser tratados com medicamentos ou cirurgias. Na parte social, somos seres que necessita relacionar-se com outros indivíduos. Muitas vezes as decepções nessa área também atingem diretamente a condição mental. Problemas no casamento, com os filhos ou pais, amizades ruins ou abusivas e problemas no ambiente de trabalho são os maiores exemplos. Outra parte importante que vale apenas mencionar seria na adaptação transcultural que muitos imigrantes sofrem ao chegar nos Estados Unidos, onde as frustrações podem levar até mesmo a suicídios ou homicídios. Na parte psicológica temos os pensamentos, os sentimentos, vontade, entendimento e quaisquer falhas nestas faculdades podem causar transtornos. Traumas como um estupro, violência sexual, violência doméstica, divórcio, problemas na infância e na escola como o bullying podem causar transtornos que levaremos para o resto da vida se não for tratado. No cuidado com saúde mental precisamos observar essas três áreas para previnir problemas. No inverno esses problemas podem piorar ainda mais com a falta de vitamina D. O inverno triste como é conhecido no Hemisfério Norte tem sido a causa de muitas pessoas deprimidas. A falta de vitamina D tem sido um vilão que tem sua causa pela diminuição de luz solar. Ela tem seu principal meio de aquisição através do sol e como no inverno o dia diminui, ela se torna insuficiente para alguns, podendo causar depressão. Isso porque ela tem direto relacionamento na produção de hormônios da felicidade no cérebro. Assim, devemos atentar para esses detalhes no cuidado na saúde mental.

Quais são os tipos de problemas mentais que mais acometem os brasileiros nos EUA?
Os maiores problemas que tenho tratado no meu gabinete são depressão e ansiedade, principalmente entre os indocumentados. No caso de depressão tenho recebido muitos adolescentes com problema de adaptação ao novo país ficando depressivos e suicidas em alguns casos. Também são notórios muito casos de mulheres abusadas sexualmente vindas do Brasil.

Qual é a importância de parentes e amigos na detecção de problemas das pessoas?
O papel de parentes e amigos é importantíssimo. Eles que terão a melhor observação no amigos ou parentes em pequenas mudanças que podem ser sinais de problemas na área mental. No caso de depressão eles poderão notar se a pessoa está com oscilações de humor, fica minutos olhando para um ponto fixo e se anda mais triste ultimamente.

Quais os problemas da automedicação ou interrupção de tratamentos com antidepressivos?
Este é um assunto muito sério e alguns pacientes, após passarem pelo psiquiatra param de tomar ou aumentam a dosagem da medicação por conta própria. Isto provoca sérios efeitos colaterais para a pessoa podendo levar até mesmo ao suicídio ou homicídio. Como foi o caso de uma paciente que pegou uma faca e quis matar o marido porque ela parou com a medicação causando no cérebro um desequilíbrio químico. Efeitos mais simples como a oscilações no humor são, geralmente, as reações mais comuns e fáceis de se notar. No caso, de estiver em tratamento com antidepressivo ou ansiolítico jamais suspenda a medicação por conta própria. O paciente deve falar com o seu médico que vai baixar as dosagens aos poucos, o que pode levar meses para tirar o medicamento do organismo. Tem aqueles que mandam trazer o antidepressivo do Brasil e tomam sem qualquer acompanhamento médico, o que pode trazer uma melhora, pois tais medicamentos são sedativos ou anestésicos para o cérebro. Eles irão inibir a dor emocional agindo, somente, nos sintomas, ao contrário da terapia que vai mexer na causa do problema, sendo que os dois medicamentos com terapia fazem a dupla perfeita para muitos tratamentos de fundo emocionais.

Como agir no inverno?
Aqui é tratado como ‘winter blue’, ou inverno triste, mais, especificamente, desordem por efeito da mudança de estação de ano ou em inglês Seasonal Affective Disorder (SAD), que são desordens emocionais como a depressão que nos ataca desde o outono ao inverno. Isso ocorre, principalmente, pela falta de vitamina D, porque ela é suprida em sua maioria pela exposição ao sol. Foi constatado que a vitamina D é importante na formação da serotonina (hormônio que traz prazer nas áreas da vida cotidiana) e outras células hormonais, e com a falta dela há o aumento dos casos de depressão e das tendências suicidas por consequência. Isto é muito comum na nossa região ou Hemisfério Norte onde as horas da luz do dia diminuem.Em muitos casos se faz necessário a reposição de vitamina D por comprimidos ou sunshine pill’, a ‘pílula do raio de sol como é conhecida.

Como a psicoterapia pode ajudar alguém afetado na sua saúde mental?
A psicoterapia trabalha diferente da parte medicamentosa que, somente, opera nos sintomas, mas em parceria. Onde vamos junto com o paciente descobrir o porque dele se sentir triste e o porque ele está tendo uma preocupação excessiva com o dia de amanhã. Ou seja, vamos descobrir a causa ou a raiz desse problema.

Prestação de serviço
Consultório da Alternative CC&M
38 Montvale Ave # 218
Stoneham, MA
857.212-6134
Levi André de Azeredo
É formado pelo Bauman College em Psicanálise, faz mestrado em Mental Health pelo Gordon College e está terminando o doutorado em Aconselhamento Cristão pela FCU. Tem formação em Ciências da Aviação como piloto comercial. É presidente da Sociedade Psicanalítica Internacional, e faz parte da diretoria da ADHONEP – Capítulo de Boston, é pastor e desenvolve trabalhos com adolescentes, suporte para casais, solteiros e nas áreas traumáticas. Trabalha com pessoas com vícios sexuais e exerce parceria em ministérios que ajudam vítimas de tráfico humano e prostituição, servindo como conselheiro.

Publicado originalmente no Jornal dos Sports USA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here