Agradecidos…

0
115

Quantas vezes temos convivido com pessoas que reclamam de tudo e de todos. Reclamam quando não têm uma casa para morar, reclamam da casa em que moram, reclamam quando não têm emprego, e reclamam quando estão empregados.

Reclamam do marido, da mulher, dos filhos, do pai e da mãe, do patrão, do chefe, do colega de trabalho, dos vizinhos, e finalmente de até quem não tem nada a ver com os seus problemas.

Reclamam do tempo quando faz calor, quando faz frio, quando chove, reclamam do dia e da noite, reclamam, reclamam e reclamam. Reclamam de tudo e de todos…

Por reclamarem, não se apercebem das maravilhas que estão ao seu redor. Do amanhecer, do anoitecer, do infinito céu azul, do sol esplendoroso e da lua resplandecente, estes desprezam a perfeita criação de Deus. Invariavelmente a reclamação e o resmungo andam de mãos dadas com o desânimo, e como o reclamão é desanimado!

Por reclamar por vezes perdemos o privilégio de ser abençoados. Deus quer nos abençoar, mas pela nossa ignorância e insatisfação colocamos tudo a perder. E aqueles que dizem que ninguém conhece suas vidas, sua casa, seu trabalho, seu carro, sua família, o que passa com os problemas da vida.

Agradecer é inerente a qualquer religião ou credo. Agradecer deve fazer parte da vida de cada qual, independente de crer ou não em Deus.

Há quanto tempo você não agradece a Deus pelo dom da vida? Há quanto tempo você não diz ao obrigado pela casa que você tem, pela sua família, pelo seu trabalho, pela sua comunidade, pelo seus amigos, pelo seu carro, pelo ônibus ou trem que você pega todos os dias para ir aos seus afazeres, pelo seu patrão e chefe, pelo alimento que não lhe falta no dia-a-dia, pela saúde, pelas autoridades, pelos seus vizinhos, pelos seus amigos?

Há quanto tempo você não dá demonstração de que está satisfeito com tudo o que tem e possui? Olhe a sua volta e veja quantas pessoas que não têm ou possuem o que você tem?

Você alguma vez já agradeceu por quem lhe abriu as portas para estar nesta nação tão generosa e abençoada? Já disse obrigado a quem te acolheu quando chegou aqui? A quem te deu a primeira oportunidade de fazer a diferença?

Você é daqueles humildes agradecidos, ou daqueles arrogantes auto-suficientes que acham que a vida tem a obrigação de lhe dar tudo o que você acha que precisa? Se você for destes últimos, que tal mudar a sua atitude?

E por falar em gratidão, você já agradeceu a Deus hoje?

Foto da capa: Bridge of Flowers, Shelburne Falls, MA – Jehozadak Pereira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here