FORTALEZA goleia Inter e lidera a Série A

0
121
Yago Pikachu é o artilheiro da Série A com três gols em dois jogos

Resumo da rodada
Dois jogos, duas vitórias – 7 gols pró; 2 gols contra – e de quebra tem Yago Pikachu que é o artilheiro da Série A com 3 gols. Sim, é o Fortaleza o líder da competição que ganhou de Atlético-MG na primeira rodada fora de casa e neste domingo, atropelou sem cerimônia o Internacional em casa por 5×1. É cedo ainda para dizer que o clube cearense seguirá neste ritmo, mas que é a sensação, isto é. O Palmeiras ralou a Chapecoense que está na 20ª colocação e portanto, candidata desde já ao rebaixamento. Já Série B, o Cruzeiro continua a sua triste sina de perdedor – desta vez perdeu em casa para o CRB por 4×3 e tal como a Chapecoense, está na lanterna.

Série A
2ª rodada
Sábado, 5 de junho
Atlético-GO 2 x 0 São Paulo
Santos 3 x 1 Ceará
RB Bragantino 3 x 3 Bahia
Domingo, 6 de junho
Fluminense 1 x 0 Cuiabá
América-MG 0 x 1 Corinthians
Fortaleza 5 x 1 Internacional
Palmeiras 3 x 1 Chapecoense
Juventude 0 x 3 Athletico-PR
Sport 0 x 1 Atlético-MG
Sem data definida
Grêmio x Flamengo

Série B
2ª rodada
Terça-feira, 1 de junho
Operário 2 x 5 Guarani
Sexta-feira, 4 de junho
Goiás 2 x 0 Confiança
Sábado, 5 de junho
Londrina 0 x 1 Brusque
CSA 0 x 0 Sampaio Corrêa
Remo 1 x 0 Brasil de Pelotas
Botafogo 2 x 0 Coritiba
Domingo, 6 de junho
Ponte Preta 1 x 1 Vasco
Cruzeiro 3 x 4 CRB
Avaí 1 x 1 Vila Nova
Segunda-feira, 7 de junho
Vitória x Náutico

Entornando o caldo
Tidos como alienados e pouco proativos quando as questões envolvem política como um todo, os futebolistas brasileiros convocados pela CBF para jogar as Eliminatórias e a Copa América, resolveram manifestar-se e protestar contra a realização da competição no Brasil. Aparentemente, a boleirada resolveu bater o pé e deve comunicar depois do jogo contra o Paraguai na terça-feira, que o grupo não vai jogar a Copa América. De quebra, há ainda o risco de o técnico Tite pedir demissão e ser acompanhado pela comissão técnica. Ou seja, o Brasil corre o risco, de pelo menos com este time não jogar a Copa América. Para agravar ainda mais a situação, o presidente da CBF Rogério Caboclo foi acusado formalmente por uma funcionária de assédio sexual e moral. Com todo este enredo, a CBF vive uma crise grave e não tão inédita cujos resultados não podem ser mensurados em um curto espaço de tempo.   

Já foi…
Rogério Caboclo, presidente da CBF foi afastado no domingo por causa da grave acusação de assédio sexual. A lembrar que a CBF já foi um dia presidida por gente do quilate de Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero. Caboclo é mais um nesta lista funesta da qual pouco se sabe sobre os acordos e tratos que essa gente faz para assumir uma das mais poderosas e ricas federações de futebol mundial. Agora é esperar pelo resultado da investigação sobre as acusações contra Caboclo e ver que música a banda vai tocar…

Cidinho era um atleticano fanático e confesso

Histórias da bola
Cidinho, o ‘bola nossa’
Em tempos de VAR que mais causa polêmica do que oferece soluções, nada como lembrar as histórias de um dos mais folclóricos árbitros do futebol brasileiro.

Nos idos da década de 1940, Alcebíades de Magalhães Dias, o Cidinho foi um árbitro que apitou jogos em Minas Gerais, ganhando fama e se metendo em incontáveis problemas por causa do seu amor descarado e declarado pelo Atlético-MG. Durante os 25 anos que apitou jogos, precisou sair de campo protegido pela polícia e disfarçado até de cigana para não apanhar. Porém o episódio que deu fama e notoriedade ao atleticano fanático aconteceu em 1949. Atlético-MG e Botafogo jogavam na inauguração de um estádio quando uma bola saiu pela lateral e um zagueiro do Atlético-MG queria saber de quem era a bola: “De quem é a bola Cidinho?”

– “A bola é nossa”, foi a resposta que o transformou definitivamente em ‘Cidinho Bola Nossa’, apelido que o acompanhou até o fim da vida…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here